Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Hora 7
Publicidade

Anime de sucesso causou infestação incontrolável de guaxinins no Japão

'Raskal, o Guaxinim', uma animação de 1977, fez com que inúmeros fãs importassem os animais para tê-los como bichos e estimação

Hora 7|Matheus Borges*, do R7


Um anime lançado em 1977 causou uma infestação de guaxinins no Japão, após fãs importarem mais de 1.500 animais da espécie por mês.

O guaxinim não é nativo do país, então moradores locais os trouxeram dos Estados Unidos. Agora, eles se tornaram uma praga ambiental incontrolável, e estão presentes em 44 das 47 províncias japonesas.

A animação Rascal o Guaxinim (Araiguma Rasakaru, em japonês) durou somente um ano, mas foi um sucesso e por isso causou um desastre ambiental no país asiático.

Passada a febre causada pelo desenho, muitos donos de guaxinins soltaram os bichos de estimação importados na natureza, após perceberem que não é tão facil ter um animal silvestre dentro de casa. O resto é fácil de imaginar.

Publicidade
Guaxinins agora estão presentes em 44 das 47 províncias japonesas
Guaxinins agora estão presentes em 44 das 47 províncias japonesas

A série é baseada em um livro do escritor americano Sterling North, que conta a história de um menino chamado Sterling, que partiu em aventuras com seu ajudante guaxinim Rascal.

Seu sucesso foi tão grande que a Disney também decidiu transformá-lo em um filme de ação.

Publicidade

Quando as autoridades locais perceberam o problema, já era tarde demais. Os engenhosos mamíferos já haviam expulsado outras espécies selvagens, destruído plantações, bem como templos tradicionais e casas de madeira.

Os guaxinins também são bons em se reproduzir rapidamente, e hoje existem dezenas de milhares deles no país. Segundo ambientalistas, não há quase nada que o governo possa fazer para detê-los.

Leia também

Uma das espécies mais ameaçadas pelos intrusos são os cães-guaxinins japoneses, ou tanukis, que perderam muito território devido a alta adaptabilidade de seus primos ocidentais mais competitivos.

Ambos competem pelos mesmos recursos, mas os americanos são muito melhores em protegê-los.

Em uma tentativa de impedir que os guaxinins continuem com a onda de destruição, algumas prefeituras japonesas tomaram a controversa decisão de abater os animais. Isso atraiu a ira de ativistas dos direitos dos animais.

*Sob supervisão de Filipe Siqueira

Guaxinins aterrorizam cidade após contraírem doença grave

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.