Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Hora 7
Publicidade

Drone registra mãe e filhote de mamífero marinho mais raro do mundo

As vaquitas vivem em um pequeno refúgio no Golfo da Califórnia, no México. No entanto, o número de indivíduos da espécie despencou nos últimos 25 anos devido à pesca ilegal

Hora 7|Do R7


Uma mãe e um filhote de vaquita, o mamífero marinho mais raro do mundo, foram registrados recentemente por um drone — para a alegria das equipes de monitoramento da espécie, que lutam pela conservação dela.

Vaquitas são considerados os mamíferos marinhos mais raros do mundo Reprodução/Sea Shepherd Conservation Society/CCBY/Paula Olson (NOAA) — 18/10/2008

A população de vaquitas nunca foi numerosa, uma vez que ela se desenvolveu para sobreviver em um pequeno refúgio de 300 quilômetros quadrados no Golfo da Califórnia, no México. Somado a isso, o número de indivíduos da espécie ainda despencou nos últimos 25 anos devido à pesca ilegal com redes, controlada por cartéis locais.

As armadilhas, na realidade, têm como alvo o peixe totoaba, conhecido como a “cocaína do mar” e cujas partes do corpo são comercializadas por altos valores com o mercado asiático. No entanto, no processo, as vaquitas também são capturadas e mortas.

Segundo o Yahoo Austrália, na última contagem em 2023, observadores apoiados pelo grupo conservacionista Sea Shepherd estimaram restarem entre 10 e 13 indivíduos da espécie.

Apesar das imagens captadas pelo drone mostrarem que as vaquitas não foram extintas, elas ainda preocupam especialistas, por mostrarem apenas um filhote crescido e nenhum recém-nascido nas proximidades.

Peixe mexicano raro é vendido ilegalmente na Ásia

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.