Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Hora 7
Publicidade

Saltos-mortais assustadores viram tendência em rede social, e autoridades estão preocupadas

Vídeos chocantes mostram atletas que pulam de barriga na água, de alturas que passam dos 25 m

Hora 7|Do R7


Essa não parece a atividade mais segura do mundo
Essa não parece a atividade mais segura do mundo

Uma nova tendência estranha, que ninguém parece saber de onde surgiu, se popularizou no TikTok: jovens que praticam saltos-mortais, ao se jogar de grandes alturas para cair de barriga na água. Apesar de a prática ser um esporte reconhecido há décadas, a onda de saltos preocupa autoridades, que temem que a tendência se espalhe entre pessoas inexperientes.

A estrela principal da categoria na rede social é a nadadora norueguesa Asbjorg Nesje. Seu vídeo mais recente foi visto nada menos do que 43,2 milhões de vezes.

Na gravação, Asbjorg pula de um trampolim a 24,8 m de altura e ainda cai de barriga na água, arrancando suspiros de uma pessoa que filmou a cena.

Após muita gente ter perguntado, aflita, se a aventureira corajosa estava bem após o salto, ela publicou outro vídeo, que mostra a queda de outro ângulo — e o subsequente retorno triunfal.

Publicidade

O clipe de sucesso viral é mais uma mostra de que o salto-mortal (#deathdiving) se tornou uma tendência das grandes, com mais de 250 milhões de visualizações.

Agora, autoridades temem que muitos amadores sem conhecimento de saltos possam se aventurar de forma perigosa em busca de sucesso.

Publicidade

O próprio TikTok passou a classificar os vídeos da tendência com um aviso que diz: "As ações neste vídeo foram realizadas ou supervisionadas por profissionais. Não tente realizá-las".

Em outro aviso complementar, a rede social diz: "Participar desta atividade poderia resultar em ferimentos a você ou a outras pessoas".

Um levantamento do tabloide New York Post revelou que a maioria dos envolvidos nos saltos-mortais é de profissionais.

Esporte para se divertir

A modalidade foi criada na Noruega (onde é chamada de "dødsing"), em 1970, como uma forma bem-humorada e livre de salto na água.

Anualmente, o país sedia o Mundial da categoria. O recorde de altura do salto masculino é de 31,8 m e é dividido entre três atletas. O recorde feminino é justamente de Asbjorg, do trampolim de quase 25 m.

Leia também

Para fazer um bom salto, os atletas devem se atentar a três critérios: a corrida, o voo e a aterrissagem. Existe até um tutorial para um bom salto-mortal, como é possível ver abaixo (sim, é um pouco assustador!).

Mas na era de velocidade viral, muitos podem tentar saltos de altura sem saber regras de segurança mínimas — ou o fato de que bater de barriga na água de certa altura pode ser tão perigoso quanto cair no chão.

LEIA ABAIXO: Fotos temáticas de 'fantasmas' são a nova tendência do TikTok

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.