Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Biden diz que risco de a Rússia invadir a Ucrânia é muito elevado

Segundo o presidente americano, Moscou não está retirando as tropas da fronteira, mas reforçando o número de militares

Internacional|Do R7


Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden
Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta quinta-feira (17) que o risco de a Rússia invadir a Ucrânia é "muito elevado", apesar do anúncio de Moscou de mais retiradas de tropas da fronteira.

A ameaça é "muito alta, porque eles não retiraram nenhuma de suas tropas. Eles moveram mais tropas", disse Biden a repórteres na Casa Branca.

"Temos motivos para acreditar que eles estão fazendo uma operação de pretexto para ter uma desculpa para entrar."

"Todas as indicações que temos são de que eles estão preparados para entrar na Ucrânia, atacar a Ucrânia", insistiu.

Publicidade

"Minha percepção é que isso vai acontecer nos próximos dias."

Biden disse que ainda não leu uma nova resposta escrita do presidente russo, Vladimir Putin, às propostas dos EUA para uma saída diplomática da crise.

Publicidade

As forças militares russas cercaram grande parte das fronteiras da Ucrânia como parte de uma tentativa de derrubar as políticas pró-ocidentais do país, incluindo seu objetivo de longo prazo de ingressar na Otan.

Leia também

Biden disse que ainda há "uma via diplomática" e que o secretário de Estado, Antony Blinken, "definirá qual é essa via" em um discurso nesta quinta-feira nas Nações Unidas.

No entanto, disse que não tem planos de ligar para o presidente russo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.