Catalunha planeja nova eleição em impasse com Espanha

Líder pró-independência do governo regional da Catalunha disse que a eleição será convocada depois que for aprovado o plano de orçamento

Eleição em Catalunha

Quim Torra, líder pró-independência do governo regional da Catalunha

Quim Torra, líder pró-independência do governo regional da Catalunha

Reuters/Albert Gea/14.5.2018

O líder pró-independência do governo regional da Catalunha, Quim Torra, disse nesta quarta-feira (29) que planeja convocar uma eleição parlamentar antecipada na região espanhola, em um movimento que pode ter um grande impacto na política nacional.

Torra afirmou que a eleição será convocada depois que o Parlamento regional aprovar o plano de orçamento da Catalunha para o ano, sem especificar a data.

"O curso político desta legislatura chegou ao fim... É essencial dar voz novamente aos cidadãos", disse ele em um discurso televisionado.

O mandato de Torra deveria terminar em 2021, mas na segunda-feira ele foi destituído de seus direitos como parlamentar regional pelo Parlamento após uma decisão judicial, levando o governo de coalizão entre dois partidos separatistas à beira do colapso.

"Nenhum governo pode funcionar sem unidade e lealdade entre seus parceiros", disse Torra, abordando as disputas internas.

A Catalunha tem sido um dos principais condutores da política espanhola desde que a região declarou independência unilateralmente em outubro de 2017, após um referendo considerado ilegal pelos tribunais, provocando a maior crise política na Espanha em décadas.