Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Com 82% dos votos apurados, conservadores aparecem à frente de socialistas na Espanha

Pesquisas de boca de urna divulgadas logo após o encerramento da eleição mostram vitória do Partido Popular (PP), da direita

Internacional|Do R7

Apoiadores reagem enquanto aguardam os resultados das eleições em frente à sede do líder e candidato do conservador Partido Popular (PP)
Apoiadores reagem enquanto aguardam os resultados das eleições em frente à sede do líder e candidato do conservador Partido Popular (PP) Apoiadores reagem enquanto aguardam os resultados das eleições em frente à sede do líder e candidato do conservador Partido Popular (PP)

O conservador Partido Popular (PP), liderado por Alberto Núñez Feijóo, aumentou sua vantagem sobre o Partido Socialista (PSOE), do atual presidente de governo, Pedro Sánchez, e agora aparece com nove assentos de dianteira, quando já foram apurados 81,99% dos votos das eleições gerais deste domingo (23) na Espanha.

Se a proporção de votos seguir esse ritmo até o fim, o PP conquistará 134 assentos no Congresso dos Deputados (câmara baixa do Parlamento), 45 a mais do que nas eleições de 2019, enquanto o PSOE conseguirá 125, três a mais do que no pleito anterior.

O Vox, de extrema-direita, seria a terceira força, com 33 assentos, 19 a menos do que obteve em 2019, enquanto a plataforma de esquerda Sumar terminaria com 31 parlamentares.

Como o Congresso conta com 350 assentos, são necessários 176 para formar maioria para governar. Portanto, se essa tendência for confirmada, vai ser preciso formar uma aliança tanto se PSOE ou PP vencer.

Publicidade

Leia também

As pesquisas de boca de urna divulgadas logo após o fechamento das seções eleitorais mostram uma ampla vitória do PP, mas com a necessidade de apoio do Vox para governar.

Mais de 37 milhões de espanhóis estavam aptos para ir às urnas nessas eleições; desses, 2,3 milhões vivem no exterior. Dos eleitores residentes na Espanha, 1.639.179 podiam votar pela primeira vez, por terem completado 18 anos desde a eleição anterior.

Publicidade

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Nesses pleitos, foi registrado o recorde de maior votação pelo correio da história da democracia espanhola, com mais de 2,47 milhões de pessoas optando por essa forma, em meio ao período de férias de verão no país.

As eleições gerais na Espanha, que definem de forma direta os representantes do Congresso dos Deputados (350) e do Senado (265), acontecem a cada quatro anos, a não ser que o chefe do governo as antecipe, como aconteceu nesta ocasião, após a derrota do PSOE nas eleições regionais de maio.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.