Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Zelensky pede escudo aéreo contra 'terror' dos mísseis russos

Presidente da Ucrânia solicitou sistemas de defesa aérea para todas as cidades e comunidades do país

Internacional|Do R7


Ataque russo destruiu patrimônio da Unesco em Odessa
Ataque russo destruiu patrimônio da Unesco em Odessa

O presidente da Ucrânia, Volodmir Zelensky, pediu neste domingo (23) um escudo aéreo que cubra todo o seu país para protegê-lo dos mísseis russos e instou a comunidade internacional a não se acostumar com o "terror" da Rússia.

"A Ucrânia precisa de um escudo aéreo completo: essa é a única maneira de derrotar o terror dos mísseis russos", escreveu o presidente ucraniano em uma mensagem no Telegram. Ele acrescentou que a Ucrânia já mostrou que é capaz de abater "até mesmo os mísseis russos dos quais os terroristas se gabam".

Além disso, enfatizou que, graças à ajuda de parceiros e aos sistemas de defesa aérea fornecidos à Ucrânia, os "defensores do céu salvaram milhares de vidas". "Mas precisamos de mais sistemas de defesa aérea para todo o nosso território, para todas as nossas cidades e comunidades. O mundo não deve se acostumar com o terror russo: o terror deve ser derrotado. E é possível!", reiterou.

Compartilhe no WhatsApp

Publicidade

Compartilhe no Telegram

O Centro de Imprensa Militar informou hoje, segundo dados do Ministério da Defesa, que dez civis morreram e 43 ficaram feridos em ataques, neste sábado (22), contra dez regiões da Ucrânia, nos quais as forças russas abriram fogo contra 133 assentamentos e 141 alvos de infraestrutura.

Publicidade

No último ataque noturno contra a região de Odessa, duas pessoas morreram e 22 ficaram feridas, incluindo quatro menores. As forças russas lançaram 19 mísseis de cinco tipos na noite passada — quatro Kalibr, cinco Onyx, três Kh-22, cinco Iskander-K e dois Iskander-M —, dos quais a defesa aérea ucraniana conseguiu derrubar nove.

Além disso, o ataque causou danos a 25 monumentos arquitetônicos no centro histórico de Odessa, patrimônio mundial da Unesco, incluindo a Catedral da Transfiguração, restaurada em 2007.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.