Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Estudante desaparecido após trote universitário é encontrado morto em cova rasa

Aluno de engenharia química foi vítima de ritual de boas-vindas promovido por membros de clube de universidade nas Filipinas

Internacional|Do R7


Estudante desaparecido após trote universitário nas Filipinas foi encontrado morto em cova rasa
Estudante desaparecido após trote universitário nas Filipinas foi encontrado morto em cova rasa

John Matthew Salilig, 24, cursava o terceiro ano de engenharia química, na Universidade Adamson, nas Filipinas. Na noite de 18 de fevereiro, ele foi dado como desaparecido, após ter participado de um trote universitário, promovido por membros de uma fraternidade da instituição. Dez dias depois, o estudante acabou sendo encontrado, morto, em uma cova rasa nos arredores de uma cidade a cerca de uma hora do campus universitário em que estudava.

O corpo de Salilig foi encontrado pela polícia com diversos hematomas. O exame de autópsia revelou que a morte do rapaz estava ligada a uma "força contundente severa nas extremidades inferiores", à qual ele teria sido submetido durante um exaustivo ritual de iniciação.

Candle lighting for klasmeyt, John Matthew Salilig. “Eternal rest grant unto him, o Lord, and let perpetual light...

Posted by Adamson University on Wednesday, March 1, 2023

John Michael, irmão da vítima do trote, é membro da fraternidade envolvida no escândalo. Em entrevista ao site de atualidades Vice World News, ele revelou ter imaginado que nada de ruim fosse acontecer a Salilig, uma vez que ele mesmo havia sido submetido ao mesmo procedimento anteriormente.

"Mesmo que eu tentasse impedi-lo, sabia que ele ainda teria participado", ponderou Michael. "Então a irmandade, disse: 'Vá em frente, vejo você no domingo'."

Publicidade

As investigações dão conta de que os integrantes da fraternidade em que o jovem tentou igressar teriam decidido esconder o corpo, para acobertar o crime. No entanto, a ausência de Salilig foi reportada às autoridades na noite seguinte ao desaparecimento.

Vale o clique: Múmia de mais de 600 anos é encontrada em bolsa térmica de entregador

Publicidade

Em um comunicado à imprensa, o presidente filipino, Ferdinand Marcos Jr., prometeu que “a justiça será feita”.

Leia também

"Não é pela violência que medimos a força de nossa irmandade", diz o texto oficial.

Já o senador Jinggoy Estrada jogou luz sobre a Lei Antitrote, em vigor no país do Sudeste Asiático desde 1995. O documento proíbe a violência física em ritos de iniciação e prevê a prisão perpétua aos infratores.

Já um homem endividado perdeu a casa e passou a morar em um sepultura. Etenda a seguir!

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.