Internacional França anuncia morte de mais de 20 terroristas no norte do Mali

França anuncia morte de mais de 20 terroristas no norte do Mali

Missão francesa tem como objetivo principal desestruturar grupos terroristas refugiados no maciço de Ifhogas

Militares franceses dirigem tanque na cidade de Hombori, no Mali

Militares franceses dirigem tanque na cidade de Hombori, no Mali

REUTERS/Joe Penney

O Ministério de Defesa da França informou nesta terça-feira (19) que mais de 20 terroristas foram mortos, e dois importantes depósitos de munição foram destruídos, em uma operação iniciada ontem no norte do Mali.

O presidente da França, François Hollande, que está em Atenas, na Grécia, confirmou que um soldado francês da brigada de paraquedistas morreu na operação.

A missão, batizada de "Panthère", está sendo realizada no maciço de Ifhogas, uma vasta zona de montanhas onde acredita-se que se refugiaram os jihadistas mais radicais, e conta com a participação de cerca de 150 soldados franceses e malineses.

Tropas francesas perseguem islamitas no norte do Mali

Confrontos prosseguem no Mali

Talibãs do Paquistão condenam 'guerra ideológica' no Mali

A operação, segundo explicou o Ministério da Defesa, em comunicado, tem como objetivo principal "desestruturar os grupos terroristas e desmantelar seus santuários", e permitiu por enquanto "localizar elementos terroristas, persegui-los e neutralizar mais de vinte deles".

Dois aviões Mirage 2000D estão atuando como apoio aos soldados que se encontram no local, acrescentou o Ministério, que informou ainda que a morte do paraquedista ocorreu nesta manhã, a cerca de 50 Km da cidade de Tessalit.

Segundo assegurou Hollande, a missão no Mali está entrando em sua última fase, que tem como objetivo "ir até o final, com a detenção dos últimos chefes terroristas que seguem no extremo norte".

O que acontece no mundo passa por aqui

Moda, esportes, política, TV: as notícias mais quentes do dia

Últimas