Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Khamenei diz que Irã vai apoiar grupos armados palestinos

O líder supremo do país fez um apelo aos palestinos para que confrontem o plano dos Estados Unidos para a paz com Israel no Oriente Médio

Internacional|Do R7


As tensões entre Irã e EUA aumentaram depois do assassinato de Soleimani
As tensões entre Irã e EUA aumentaram depois do assassinato de Soleimani

O Irã apoiará os grupos armados palestinos tanto quanto puder, disse o líder supremo do país, aiatolá Ali Khamenei, nesta quarta-feira (5), ao fazer um apelo aos palestinos para que confrontem um plano dos Estados Unidos para a paz com Israel no Oriente Médio.

"Acreditamos que as organizações armadas palestinas se manterão e continuarão a resistência, e a República Islâmica vê o apoio aos grupos palestinos como um dever", disse Khamenei em um discurso publicado em seu site.

"Por isso os apoiará da forma que puder e tanto quanto puder, e este apoio é o desejo do sistema islâmico e da nação iraniana."

Leia também

No mês passado, o presidente dos EUA Donald Trump, anunciou um plano que estabeleceria um Estado palestino com condições rígidas, mas que permitiria a Israel assumir os assentamentos judeus há muito contestados na Cisjordânia sob ocupação. 

Publicidade

O plano de Trump é em detrimento da América, e os palestinos deveriam confrontar o acordo expulsando norte-americanos e israelenses por meio da jihad, disse Khamenei, de acordo com seu site oficial. Os líderes palestinos o rejeitaram por considerá-lo favorável a Israel.

As tensões entre Irã e EUA aumentaram depois que o comandante militar iraniano Qassem Soleimani foi assassinado por um drone dos Estados Unidos, em Bagdá, no dia 3 de janeiro. A ação levou o Teerã a uma retaliação com um ataque de mísseis contra uma base norte-americana no Iraque dias depois.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.