Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Kremlin acusa Biden de 'desviar atenção' de programa químico e biológico dos EUA na Ucrânia

 Dmitri Peskov, porta-voz do governo russo, fez a afirmação após os EUA apontarem o possível uso dos armamentos por parte dos americanos

Internacional|Do R7


O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, participa de reunião em São Petersburgo
O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, participa de reunião em São Petersburgo

O governo russo acusou o presidente americano Joe Biden, nesta sexta-feira (25), de querer "desviar a atenção" do programa americano de armas químicas e biológicas na Ucrânia, com suas declarações sobre o possível uso de armas químicas, por parte da Rússia, na Ucrânia.

"Está claro que os americanos tentam desviar a atenção, falando de uma suposta ameaça russa, dentro do escândalo provocado (...) pelos programas de desenvolvimento de armas químicas e biológicas dos Estados Unidos em vários países, incluindo a Ucrânia", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, à imprensa.

Na quinta-feira, Biden prometeu que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) reagiria caso o presidente russso Vladimir Putin decida usar armas químicas na Ucrânia, onde Moscou iniciou uma ofensiva em 24 de fevereiro. "A natureza da resposta dependerá da natureza do uso", advertiu.

O presidente americano disse na segunda-feira que era "claro" que a Rússia estava considerando o uso de armas químicas e biológicas na Ucrânia e alertou para uma resposta "severa" do Ocidente caso o país decida seguir adiante.

Publicidade

Leia também

O ministério da Defesa russo acusa quase diariamente o governo dos Estados Unidos de ter financiado um programa de armas biológicas na Ucrânia e afirma ter encontrado evidências em laboratórios ucranianos.

Entre outros programas, Moscou acusa Washington de querer usar aves migratórias para propagar patógenos.

Publicidade

O chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, afirmou que o governo dos Estados Unidos realiza as atividades "em sigilo" criando laboratórios "ao longo do perímetro da Rússia e da China".

Estados Unidos e Ucrânia negaram a existência de laboratórios para produzir armas biológicas no país.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.