Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Kremlin reage a bombardeio em Kramatorsk e garante que Rússia não ataca alvos civis

Autoridade afirmou que ataques são realizados contra pontos que estão relacionados com infraestrutura militar da Ucrânia

Internacional|

Porta-voz da Presidência russa afirma que país não ataca alvos civis
Porta-voz da Presidência russa afirma que país não ataca alvos civis Porta-voz da Presidência russa afirma que país não ataca alvos civis

As Forças Armadas da Rússia atacam apenas alvos militares na Ucrânia, segundo o Kremlin, em pronunciamento nesta quarta-feira (28). A fala é referente ao bombardeio na cidade de Kramatorsk, no leste da Ucrânia, no qual dez pessoas morreram.

"A Federação Russa não ataca alvos civis. Os ataques são realizados contra alvos que de uma forma ou de outra estão relacionados com a infraestrutura militar [da Ucrânia]”, disse o porta-voz da Presidência russa, Dmitry Peskov, em sua coletiva de imprensa diária.

De acordo com o último balanço oferecido pela Polícia Nacional ucraniana, dez pessoas morreram e mais de 60 ficaram feridas no ataque com mísseis executado ontem à noite por forças russas e que atingiu uma pizzaria no centro de Kramatorsk.

Entre os mortos estão um menor de 17 anos e duas irmãs de 14 anos, segundo a fonte, que especifica ainda que um dos feridos é um bebê de oito 8 meses, cuja vida não corre perigo.

Entre os feridos encontra-se também a escritora ucraniana Victoria Amelina, que sofreu uma grave fratura no crânio.

Leia também

Amelina estava na pizzaria no momento do ataque junto com o escritor colombiano Héctor Abad e o ex-alto-comissário para a paz da Presidência colombiana Sergio Jaramillo.

Jaramillo e Abad sobreviveram ao ataque com ferimentos leves, assim como a jornalista colombiana Catalina Gómez, que jantava com eles no momento do impacto do míssil.

O ataque russo a Kramatorsk é um dos mais mortíferos das últimas semanas e foi duramente condenado pelo presidente da Ucrânia, Volodmir Zelensky.

Relíquias: itens recuperados do Titanic foram a leilão e vendidos por valores milionários

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.