Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Mensagem do gerente de mercado que matou seis pessoas nos EUA é divulgada

Atirador afirma ter sofrido assédio no trabalho e pede desculpas a Deus pelas mortes que iria causar

Internacional|Do R7


Gerente de rede de supermercados atirou contra clientes que faziam compras para o Dia de Ação de Graças
Gerente de rede de supermercados atirou contra clientes que faziam compras para o Dia de Ação de Graças

Autoridades da cidade de Chesapeake, no estado da Virgínia, publicaram nesta sexta-feira (25) uma mensagem do gerente do Walmart que matou seis pessoas a tiros na loja em que trabalhava. Nela, o atirador afirma ter sofrido assédio no trabalho e pede desculpas a Deus.

Andre Bing, de 31 anos, era gerente noturno de um Walmart em Chesapeake, cidade localizada a 240 km de Washington. Ele cometeu suicídio na terça-feira (22) após atacar a loja, que estava cheia de compradores em razão do Dia de Ação de Graças.

As autoridades de Chesapeake divulgaram nesta sexta-feira (25) a mensagem intitulada "death note" (nota de morte), que disseram ter encontrado no telefone de Bing.

"Me desculpe, Deus, eu falhei com você, isso não foi sua culpa, mas minha", escreveu o agressor. "Fui intimidado por idiotas com baixa inteligência e falta de sabedoria. Eu fui tão culpado quanto, falhei com minha equipe de gerenciamento e com todos que me amaram ao convencê-los de que eu era normal."

Publicidade

Bing pediu desculpas por suas ações. "Sinto muito a todos, mas não planejei isso. Prometo que as coisas simplesmente se encaixaram conforme Satanás me orientou. Gostaria de ter salvado todos de mim mesmo", disse ele. "Que Deus me perdoe pelo que estou prestes a fazer."

Autoridades do município de Chesapeake informaram que Bing comprou a arma utilizada no tiroteio, uma pistola 9 mm, legalmente no mesmo dia do ataque.

Publicidade

Segundo a polícia, seis pessoas morreram e quatro ficaram feridas quando Bing entrou na sala de descanso da equipe por volta das 22h, horário local, e abriu fogo.

Leia também

Este foi o segundo tiroteio em massa na Virgínia em novembro.

Publicidade

No dia 13, três jogadores de futebol da Universidade da Virgínia foram baleados e mortos e outros dois estudantes foram feridos por um colega de classe após uma excursão escolar.

Até agora, nos EUA, o site Gun Violence Archive registrou mais de 600 tiroteios em massa, ou seja, incidentes que envolvem quatro ou mais pessoas baleadas ou mortas, sem incluir o atirador.

Neta de Biden se casa em cerimônia na Casa Branca

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.