Internacional Rússia acusa Ucrânia de 'encenar' morte de civis, após descoberta de dezenas de cadáveres em Bucha

Rússia acusa Ucrânia de 'encenar' morte de civis, após descoberta de dezenas de cadáveres em Bucha

Ministério da Defesa afirmou que as 'montagens' foram feitas em Moshchun e também devem acontecer nas cidades de Sumy e Konotop

AFP
Corpos são vistos na cidade de Bucha, na Ucrânia

Corpos são vistos na cidade de Bucha, na Ucrânia

Zohra Bensemra/Reuters - 02.04.2022

O ministério russo da Defesa acusou nesta terça-feira (5) as autoridades ucranianas de preparar "encenações" de civis assassinados pelas forças de Moscou em várias cidades, após a indignação internacional com a descoberta de corpos na cidade de Bucha.

As autoridades ucranianas e seus aliados ocidentais acusaram o Exército russo de um massacre no município próximo a Kiev, mas o ministério rejeitou qualquer responsabilidade e citou supostas “montagens” em diferentes pontos.

"Membros do 72º centro ucraniano de operações psicológicas gravaram, na tarde de 4 de abril, uma nova encenação filmada de civis supostamente assassinados por ações violentas do Exército russo na cidade de Moshchun, 23 km ao noroeste de Kiev", declarou o porta-voz do ministério, Igor Konashenkov.

"Eventos similares estão sendo organizados pelos serviços especiais ucranianos em Sumy (nordeste), Konotop (nordeste) e outras localidades", acrescentou.

As acusações foram feitas em um momento de indignação internacional após a descoberta de vários corpos em Bucha, depois da retirada das forças russas. A localidade de Moshchun fica perto da cidade.

A Rússia negou "categoricamente" um massacre e questionou a veracidade das imagens feitas em Bucha, ao mesmo tempo em que denunciou uma campanha de "desinformação".

Últimas