Balanço Geral MG Ex-porteiro confundido com estuprador em BH quer reparação

Ex-porteiro confundido com estuprador em BH quer reparação

Paulo Antônio da Silva foi condenado após ser confundido com o "Maníaco do Anchieta"; indenização seria de R$ 2 milhões

Depois que o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), pediu desculpas a Eugênio Fiúza, que cumpriu 17 anos de prisão ao ser confundido com o “Maníaco do Anchieta”, o ex-porteiro Paulo Antônio da Silva, que também foi preso injustamente pelo mesmo crime, pede reparação. Ele tem direito a uma indenização concedida pela Justiça, mas ainda não viu nem um centavo desse dinheiro.

Últimas