Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

BH: adolescente é detido por assassinato no Morro das Pedras

Para a Polícia Militar, ele confessou que faz parte de uma facção criminosa do interior de Minas; vítima de 45 anos não resistiu

Minas Gerais|Núbia Roberto e Leandro Wagner, da Record TV Minas

Adolescente queria respeito no mundo do crime
Adolescente queria respeito no mundo do crime Adolescente queria respeito no mundo do crime

Um adolescente de 17 anos foi apreendido no Morro das Pedras, na região oeste de Belo Horizonte, na madrugada desta segunda-feira (9), suspeito de matar um homem. Para a polícia, ele confessou fazer parte de uma facção denominada PCP (Primeiro Comando de Pompéu), a 177 km de Belo Horizonte. 

De acordo com o boletim de ocorrência, militares do Gepar (Grupo Especializado de Policiamento em Áreas de Risco), faziam patrulhamento na rua Paraoquena, quando ouviram seis disparos de arma de fogo.

Durante rastreamento pelo aglomerado, eles avistaram um homem correndo e carregando um objeto, parecido com revólver. Os militares deram ordem de parada, mas o suspeito não aceitou e continuou fugindo. Houve perseguição pela rua Braz e pela Avenida Barão Homem de Melo. Durante a fuga, um revólver com a numeração raspada foi jogado no muro de uma casa e as munições em uma lixeira na avenida.

No local do crime, a polícia apurou que um homem identificado pelo nome de Juliano Eustáquio de Oliveira , de 45 anos, foi baleado e socorrido por um morador para a Upa (Unidade de Pronto Atendimento) Oeste, mas morreu ao dar entrada por volta das 22h50. Testemunhas contaram para a polícia que Juliano tinha envolvimento com tráfico e tinha rixa com um desafeto. Por medo de represálias, elas não deram mais informações. 

Publicidade

Após ser preso, o adolescente disse que é morador de Pompéu e que veio para Belo Horizonte, no último sábado (7), em um carro de aplicativo de onde participou de uma festa no Morro das Pedras. No local, ele conheceu um homem identificado como ''Pretinho''.

Os dois passaram a madrugada usando drogas e durante a conversa esse homem disse para o suspeito de que para ganhar respeito no morro teria que cometer um homicídio. Sendo assim, o adolescente obteve informações sobre um desafeto de ''Pretinho'' e foi em direção a ele para matar. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.