Minas Gerais Com vacinação, internação de idosos com covid despenca em BH

Com vacinação, internação de idosos com covid despenca em BH

Entre abril e maio, hospitalização de pessoas com mais de 60 anos com sintomas respiratórios caiu de 40% para 27,6%

Vacinação de idosos leva a queda de internação

Vacinação de idosos leva a queda de internação

Divulgação / Mauro Miranda Ferreira

A proporção de idosos internados devido a sintomas de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), dentre eles os de covid-19, despencou de cerca de 40% para 27,6% entre abril e maio, com o avanço da vacinação e a aplicação da dose de reforço nos postos de saúde de Belo Horizonte. 

De acordo com dados do boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura da capital mineira nesta quarta-feira (2), pessoas com idade entre 60 e 79 anos caiu para o menor nível desde o início da pandemia de covid-19, em março do ano passado.

O informe do Executivo municipal mostra, ainda, que essa é a faixa populacional com maior número de doses recebidas até o momento. Foram 461.136 imunizadas com a primeira dose e 297.533, com a dose de reforço. 

Número de internações de idosos despencou após vacinação

Número de internações de idosos despencou após vacinação

Reprodução/PBH

40 a 59 anos

Com o movimento de queda das internações de pessoas com mais de 60 anos de idade, aumentaram os índices de hospitalização de pessoas mais novas, com idade entre 40 e 59 anos, que ainda não foram vacinadas na capital mineira - exceto as pessoas nessa faixa que tenham comorbidades. 

De acordo com os dados do boletim epidemiológico, as internações nesse grupo passaram de menos de 25% em fevereiro para 40,4% em abril. 

Vacinação

Pessoas com 59 anos de idade ou menos podem começar a ser convocadas na próxima semana para serem vacinadas contra a covid-19 em Belo Horizonte.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a convocação de novos grupos pertencentes ao público geral será feita a partir da chegada de nvoas doses. 

Últimas