Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Delegados presos por tráfico em Minas são exonerados de cargos

Presos foram transferidos do interior para BH; substitutos foram nomeados

Minas Gerais|Maria Clara Prates, do R7


Dez mandados de prisão foram cumpridos contra delegados
Dez mandados de prisão foram cumpridos contra delegados

Leia também

A Polícia Civil de Minas exonerou nesta terça-feira (19) dos cargos de chefia os delegados presos durante a Operação Fênix, desencadeada pelo Gaeco ( Grupo Atuação Especial de Combate ao Crime) do Ministério Público Estadual. O objetivo da ação foi reprimir o tráfico de drogas, extorsões, contrabando de cigarros, entre outros, em 12 cidades de Minas Gerais, Mato Grosso e Paraná. Os atos de exoneração foram publicados no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (20).

Os substitutos já foram nomeados na mesma publicação. O delegado-chefe do 9º Departamento de Polícia Civil de Uberlândia, Edson Rogério de Morais, passa a responder interinamente pelo departamento na 1ª Delegacia Regional; o delegado-geral do 10º Departamento de Polícia Civil de Patos de Minas será o delegado interino Luciano Alves dos Santos, que também assume a 4ª Delegacia Regional.

Leia mais notícias no Portal R7

Durante a operação Fênix, ocorrida nesta terça-feira (19) foram cumpridos 200 mandados de prisão preventiva expedidos contra 136 pessoas (alguns investigados tiveram registro de mais de um mandado), 121 mandados de busca e apreensão e quatro mandados de condução coercitiva nas cidades de Uberlândia, Uberaba, Araguari, Patos de Minas, Patrocínio, Monte Alegre de Minas, Passos, Pouso Alegre, Araxá e Belo Horizonte, todas no Estado de Minas Gerais, além de Cascavel (PR) e Cuiabá (MT).

Publicidade

Transferência

Entre os 136 mandados de prisão, 10 foram expedidos contra delegados da Polícia Civil, sendo três chefes de departamento e uma delegada regional, dois escrivães, 45 investigadores e sete advogados. Até agora, foram presos 57 policiais civis na região do Triângulo Mineiro, que foram transferidos nesta quarta-feira (20) para o Centro de Detenção da capital do Estado.

O comboio que transportou os presos até Belo Horizonte foi formado por nove veículos que deixaram Uberlândia no fim da manhã. Os presos estão sendo acompanhados por representantes do Sindicato dos Delegados, que temem pela ida dos policiais para a Penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria, em Contagem, na região metropolitana de BH.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.