Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Empregados da Samarco mantêm suspensão em contratos de trabalho

De acordo com a empresa, funcionários continuam recebendo rendimentos

Minas Gerais|Do R7 *


Rompimento de barragem destruiu comunidades
Rompimento de barragem destruiu comunidades

Empregados da mineradora Samarco aceitaram, nesta segunda-feira (23), a prorrogação do layoff, ou seja, da suspensão temporária do contrato de cerca 800 funcionários da empresa. A decisão foi aprovada em assembleias realizadas pelos sindicatos que representam a categoria em Mariana, na região central de Minas Gerais, e no Espírito Santo.

As atividades da empresa estão paralisadas há quase dois anos, quando a barragem de Fundão, em Mariana, rompeu, em novembro de 2015, deixando 19 mortos. Com a decisão das assembleias, a suspensão dos funcionários permanece até o dia 31 de março de 2018.

Leia também

De acordo com a mineradora, os empregados que vão continuar com o contrato de trabalho suspenso, continuarão recebendo a renda líquida mensal. O quadro de funcionários da empresa conta hoje com 1.800 empregados próprios, sendo que cerca de 800 delas estão em layoff.

Para voltar a operar, a Samarco precisa obter duas licenças. Os processos estão em andamento nos órgãos ambientais e, ainda, e não há previsão para a retomada das operações.

* Pablo Nascimento, estagiário do R7

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.