Minas Gerais Nove novos radares de avanço de sinal passam a funcionar em BH

Nove novos radares de avanço de sinal passam a funcionar em BH

Avenidas Dom Pedro II, Antônio Carlos e Contorno são alguns do locais da capital onde os equipamentos foram instalados 

São nove novos equipamentos de avanço de sinal

São nove novos equipamentos de avanço de sinal

Reprodução / Flickr

Nove radares de avanço de sinal começaram a operar nas principais avenida de Belo Horizonte nesta semana (veja a lista abaixo).

Segundo a BHTrans (Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte), o objetivo de instalar os novos dispositivos é garantir melhores condições de segurança aos motoristas, pedestres, motociclistas e ciclistas, em locais que são áreas com possibilidade de acidentes. 

Veja também: BH tem 8 novos radares operando a partir de hoje; confira os endereços

Veja os locais onde os novos radares de avanço de sinal foram instalados:

- Av. Nossa Senhora do Carmo, nº 1448, esquina com Rua Colômbia - Sentido Centro / Bairro;

- Av. Raja Gabaglia, nº 1710, esquina com Rua Principal – Sentido Centro / Bairro;

- Av. Raja Gabaglia, nº 1799 – Sentido Bairro / Centro;

- Av. Dom Pedro II, esquina com Rua Espinosa – Sentido Centro / Bairro;

- Av. Dom Pedro II, esquina com Rua Espinosa – Sentido Bairro / Centro;

- Av. Pres. Antônio Carlos, nº 1089 – Sentido Bairro / Centro;

- Av. Pres. Antônio Carlos, oposto ao nº 1089 – Sentido Centro / Bairro;

- Av. Amazonas, esquina com Rua Pedra Bonita – Sentido Bairro / Centro;

- Av. do Contorno, esquina com Avenida Afonso Pena – Sentido Funcionários / Savassi.

Os endereços de todos os equipamentos de fiscalização eletrônica de BH podem ser acessados no site da BHTrans.

Redução de acidentes graves

Segundo a Empresa de Transporte e Trânsito da capital, a taxa de mortalidade, que representa o número de mortes para cada 10 mil veículos, caiu nos últimos 20 anos. Enquanto em 1999 o número era de aproximadamente 5,98, em 2019 a taxa passou para 0,47.

Ainda segundo a BHTrans, a frota de veículos mais que triplicou em Belo Horizonte, passando de 655 mil para 2,2 milhões em 20 anos.

Os dados sobre a relação entre a fiscalização eletrônica e os resultados na redução dos acidentes graves na capital podem ser acessados no site da BHTrans.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas