Minas Gerais Operação contra garimpo ilegal prende 12 pessoas em MG

Operação contra garimpo ilegal prende 12 pessoas em MG

Prisões aconteceram nas cidades de Belo Vale, Moeda, Nazareno e Piranga; embarcações usadas para o crime foram destruídas

  • Minas Gerais | Vinicius Rangel, da Record TV Minas

Embarcação utilizada foi apreendida

Embarcação utilizada foi apreendida

Divulgação

Uma operação contra o garimpo ilegal prendeu 12 pessoas nas cidades de Belo Vale e Moeda, cidades que ficam a 73 e 59 km de Belo Horizonte. A ação foi realizada pela Polícia de Meio Ambiente em conjunto com o Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e a Agência de Mineração, e também desarticulou grupos nas cidades mineiras de Nazareno e Piranga. 

Os garimpeiros utilizavam métodos artesanais para a extração de ouro e minério das bacias dos rios Grande, Paraopeba e São Francisco. Uma embarcação usada pelos suspeitos foi apreendida e cinco foram destruídas.

Somente em 2022, a Polícia de Meio Ambiente prendeu mais de 50 pessoas envolvidas em garimpo ilegal no estado mineiro. Os suspeitos foram levados para a Polícia Federal, que segue com as investigações. Eles podem responder pelos crimes de usurpação de bem da união e crime contra o meio ambiente, com pena que vai de 1 a 5 anos de prisão. 

A polícia conta com a denúncia da população para coibir esse tipo de crime. “O cidadão que quiser denunciar, pode ligar para os números 151 e 181 ou fazendo contato com o policiamento de meio ambiente da região”, informou o tenente Felipe Barros.

Últimas