Minas Gerais Prefeitura de BH desobriga uso de máscaras a partir desta quinta (11)

Prefeitura de BH desobriga uso de máscaras a partir desta quinta (11)

Medida foi anunciada pelo prefeito Fuad Noman diante melhora nos dados da pandemia de Covid-19

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento e Ana Luisa Sales*, Do R7

Nesta fase, obrigatoriedade de uso durou 58 dias

Nesta fase, obrigatoriedade de uso durou 58 dias

Pexels

O Prefeito de Belo Horizonte, Fuad Noman (PSD), anunciou nesta quarta-feira (10), que o uso de máscara não será mais obrigatório em ambientes fechados a partir desta quinta-feira (11).

“Diante dos indicadores favoráveis da Covid-19 apresentado pelo grupo técnico da Secretaria Municipal de Saúde, decidimos suspender a partir de amanhã o uso obrigatório de máscaras em ambientes fechados", declarou em comunicado.

Apesar da não obrigatoriedade, a prefeitura continua recomendando o uso de máscaras em escolas públicas e privadas, serviços de saúde e transportes coletivos. "É muito importante que cada um de nós mantenha os cuidados para evitar a contaminação. E, principalmente, que tome todas as doses da vacina”, concluiu o Prefeito.

De acordo com o Boletim Epidemiológico, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, nesta quarta-feira (10), houve redução na transmissão de Covid-19 em Belo Horizonte. A incidência média acumulada da doença nos últimos 14 dias está em 62,3 por 100 mil habitantes, inferior aos 202,0 por 100.000 habitantes registrados em 21 de julho.

O uso obrigatório do item de proteção estava vigente desde o dia 14 de junho, totalizando 58 dias. Inicialmente a restrição aconteceria até 31 de julho, mas ela foi estendida por tempo indeterminado. Na época, a medida foi tomada devido ao aumento do número de casos positivos de Covid-19. Anteriormente, o município já havia desobrigado as máscaras, mas recuou para conter a doença novamente.

* Estagiária sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas