Travesti é presa suspeita de chamar homem de “macaco” no metrô 

Caso teria acontecido quando suposta vítima tentou impedir o embarque da suspeita que queria pagar metade do valor da passagem, sem ter direito ao benefício 

Agente tentou impedir o embarque e foi alvo dos atques

Agente tentou impedir o embarque e foi alvo dos atques

Google Street View

 Uma travesti foi presa suspeita de chamar um agente metroviário de “macaco”, na estação Central do metrô de Belo Horizonte, nesta terça-feira (8).

De acordo com a suspeita de 34 anos estava com o companheiro, quando tentou embarcar pagando meio passe, mas o casal não tinha direito ao benefício.

O agente, de 29 anos, impediu o embarque e, neste momento, teria sido vítima do ataque de injúria racial. Os prórprios agentes de segurança flagram a cena e conduziram a suspeito para a delegacia.