Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Zema vai vistoriar cidades arrasadas por chuva em Minas

Temporal alagou ruas, casas e deixou pessoas desabrigadas em cidades do Vale do Jequitinhonha, do Rio Doce e no norte do estado

Minas Gerais|Pablo Nascimento, do R7, com Record TV Minas

Em 2020, governador acompanhou temporal no leste
Em 2020, governador acompanhou temporal no leste Em 2020, governador acompanhou temporal no leste

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), vai vistoriar, nesta sexta-feira (10), cidades atingidas por um forte temporal na região do Vale do Jequitinhonha.

A previsão é de que o político esteja por volta das 9h45 em Águas Formosas, a 583 km de Belo Horizonte, e às 11h15 no município vizinho de Machacalis.

Vários municípios tiveram ruas e casas alagadas. Houve desmoronamento de imóveis e deslizamento de barrancos.

A Defesa Civil Estadual contabiliza quantas foram as cidades afetadas. Também há relatos de problemas no Vale do Rio Doce e no norte do estado.

Publicidade

Em Palmópolis, no Vale do Jequitinhonha, cidade com pouco mais de 5.000 habitantes, 1.500 pessoas ficaram ilhadas e pelo menos 20 casas foram destruídas. Quase 200 famílias estão desabrigadas ou desalojadas.

Em Fronteira dos Vales, a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros fizeram uma inspeção em uma barragem na zona rural. O nível de risco e a possibilidade de rompimento preocupam as autoridades. Quatorze pontes foram danificadas na região.

Publicidade

Boa parte da cidade de Monte Formoso ficou alagada. A principal unidade de saúde do município ficou com água quase até o telhado.

Em Pescador, um menino de 2 anos morreu após a casa dele ser atingida por um deslizamento de encosta. Chovia forte na região, segundo o Corpo de Bombeiros.

Publicidade

Entre Salto da Divisa e Jacinto, a BR-367 foi interditada. Parte da rodovia foi levada pela força da água. Também houve ocorrências na divisa entre Minas e Bahia. Em Bertópolis, casas próximas ao rio Umburanas ficaram alagadas – algumas chegaram a desabar.

Em Umburatiba, o rio também subiu e deixou casas e ruas alagadas. A ponte que faz a ligação com a cidade baiana de Medeiros Neto ficou totalmente coberta.

Já no norte do estado, em Porteirinha, dois rios transbordaram e provocaram estragos tanto na área rural da cidade quanto na área urbana. Casas foram inundadas e estradas ficaram intransitáveis. A comunidade de Cachoeira do Serrado ficou alagada.

Veja vídeos das enchentes na região:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.