Isolamento pedagógico

O próximo lockdown deveria restringir-se a governadores e prefeitos

Marcelo Oliveira/EFE - 17.03.2021

Depois do fracasso de um lockdown sempre mais rígido que o anterior, governadores e prefeitos decretam outro lockdown ainda mais abrangente e restritivo, também destinado ao malogro. O próximo poderia limitar-se a decretar o isolamento dos governantes num hospício. Tem tudo para dar certo.

Enquanto estivessem isolados, os generais do combate ao coronavírus deveriam ser obrigados a escrever num quadro negro, dez vezes por dia, uma frase bastante pedagógica: “Não há leitos de UTI em quantidade suficiente para acolher todos os pacientes que precisam de internação porque governadores e prefeitos não investiram na compra de leitos de UTI o dinheiro distribuído pelo governo federal para combaterem a pandemia”.

Últimas