Delivery de combustível? Entenda

ANP aprova venda de combustível por delivery; tema gera controvérsias

Resumindo a Notícia

  • Órgão aprovou que postos mostrem os preços com duas casas decimais
  • Delivery terá que seguir o Programa de Monitoramento da Qualidade de Combustíveis
  • Para vender combustível por delivery proprietário do posto deve apresentar uma série de documentos
  • ANP exige que o combustível seja entregue dentro dos limites do município
Delivery promete entregar gasolina na casa do cliente

Delivery promete entregar gasolina na casa do cliente

Internet/Reprodução

A Agência Nacional do Petróleo, ANP, aprovou na última semana algumas mudanças na venda de combustíveis no país. Além de aprovar que a partir de maio de 2032 os visores e placas de postos mostrem os preços com duas casas decimais, ao invés de três, o órgão também liberou o serviço de delivery de gasolina comum (tipo C) e etanol hidratado.

CONSUMO REAL NOVO ONIX 2020 1 tanque de gasolina. Veja o vídeo!

Tal resolução tem o n° de 858 e é resultado de uma audiência pública aberta pela ANP. Com isso, a partir de agora os postos que queiram vender combustíveis por meio de delivery poderão seguir o Programa de Monitoramento da Qualidade de Combustíveis e solicitar autorização do órgão.

É CARO MANTER UM HB20 turbo? Preço de peças, manutenção, consumo, reclamações e elogios ao Hyundai. Veja o vídeo!

Para pedir a solicitação junto ao órgão, o proprietário do posto deve apresentar uma série de documentos que ateste a qualidade de seu produto e com isso mostre que está apto a participar do programa. Além disso, a ANP exige que o combustível seja entregue dentro dos limites do município e a atividade deve ser complementar a do posto, ou seja, o interessado deve possuir um local físico.

FIAT ARGO 1.3 S Design vale R$ 73,7 mil? Melhor que Onix, HB20, Polo e Sandero equivalentes? Veja o vídeo!

Ainda segundo a resolução, a entrega só poderá ser feita por meio de venda antecipada, que poderá acontecer por plataforma eletrônica ou aplicativo digital, desde que os dados possam ser fiscalizados pela ANP. Por fim, também está estabelecido que o veículo de entrega deverá dispor de materiais e equipamentos necessários que comprovem a boa qualidade do combustível.

Revendedor perderá autorização caso descumpra alguma norma da Resolução

Revendedor perderá autorização caso descumpra alguma norma da Resolução

Internet/Reprodução

Caso o serviço de delivery descumpra alguma norma da Resolução, o revendedor não perderá apenas a autorização para exercer essa modalidade de venda, ainda tomará um processo administrativo para revogação da venda em seu posto físico.

Na prática será mais fácil abastecer embarcações

Na prática será mais fácil abastecer embarcações

Internet/Reprodução

Na prática será mais fácil abastecer embarcações por exemplo que ficam em marinas e não contam com posto de abastecimento em represas e lagos, por exemplo, ou mesmo em área litorânea. Isso também pode reduzir a venda informal que sempre ocorreu. Eventos, pistas e circuitos fechados também podem ser atendidos com a medida assim como sítios e chácaras.

*Em colaboração Felipe Salomão

Últimas