Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Autos Carros
Publicidade

Longe do Brasil, Geely renova sedã mais vendido na China

Emgrand ganhará novo visual e interior mas seguirá com motor 1.5 aspirado sem eletrificação

Autos Carros|Marcos Camargo JrOpens in new window


A Geely já teve um momento de atuação no Brasil quando viria pelas mãos do grupo Gandini, importador da Kia Motors, ainda em 2013. O tempo passou e o projeto não foi adiante mas a Geely se tornou uma das superpotências do mercado chinês e acaba de renovar seu produto mais vendido: o Emgrand. Trata-se de um sedã compacto que ganha uma renovação importante e as fotos divulgadas mostram que seu perfil classudo é o mesmo embora mais tecnológico.

Sedã Emgrand com novo visual divulgado na China

O Geely Emgrand ganha uma nova grade mais ampla, novas lanternas e fica bem mais equipado na linha 2025. O Emgrand mede 4,63m de comprimento, 1,82m de largura e 1,46m de altura com 2,65m de entre-eixos sendo classificado como compacto embora para os padrões brasileiros seja uma carro médio.

Sedã Emgrand com novo visual divulgado na China Dong Yi

Por dentro o visual é menos conservador mas segue com traços retos, cluster de 12,3 polegadas em LCD e multimídia do mesmo tamanho com sistema operacional Galaxy OS.

Sedã Emgrand com novo visual divulgado na China

Embora seja um carro renovado, o Emgrand não oferece ainda motorização eletrificada. Segue oferecendo o 1.5 litro aspirado com 127cv combinado com câmbio automático.

Publicidade
Sedã Emgrand com novo visual divulgado na China

Mesmo longe do Brasil a Geely como marca atua em 13 países e só neste ano vendeu 3,8 milhões de unidades onde atua. Os preços da linha atual estão em torno de US$ 17,8 mil, cerca de R$ 96 mil.



Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.