Autos Carros Nova Ford Ranger Raptor com 400cv é confirmada nos EUA 

Nova Ford Ranger Raptor com 400cv é confirmada nos EUA 

Montadora afirma que além de esportividade, capacidade off-road passará por melhorias na pick-up esportiva 

  • Autos Carros | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Picape será apresentada oficialmente em fevereiro de 2022
  • É possível que a picape seja equipada com motor 3.0 V6 EcoBoost biturbo de 400cv
  • Sistema de tração será especifico para a versão

Reprodução/Ford

A nova geração da Ford Ranger foi apresentada nessa semana e logo na sequência a Ford anunciou que a versão esportiva Raptor, chegará  ao mercado norte-americano em fevereiro de 2022, já com o visual atualizado.

O visual da Ford Ranger Raptor contará com elementos exclusivos na comparação com as demais versões, desde pneus específicos para uso off-road, moldura plástica nas caixas-de-roda, maior distância em relação ao solo e para-choque com entradas de ar mais amplas na dianteira.

É possível que a picape seja equipada com motor 3.0 V6 EcoBoost biturbo de 400cv

É possível que a picape seja equipada com motor 3.0 V6 EcoBoost biturbo de 400cv

Car Expert/Reprodução

Sob o capô estará uma das principais novidades da picape. Apesar de ainda não ser uma informação confirmada pela Ford, a imprensa local especializada especula que a versão esportiva adotará pela primeira vez motor 3.0 V6 EcoBoost biturbo a gasolina com potência na casa dos 400 cv. O propulsor virá associado ao câmbio automático de 10 marchas.

Para outros mercados como o da Ásia, Europa e América Latina, o propulsor será outro: um 3.0 V6 turbodiesel de 253 cv e 60,8 kgfm, que já é usado na F-150. Neste caso o câmbio continuará sendo automático de 10 marchas e substituirá o atual 2.0 EcoBlue de 213 cv.

sistema de tração será especifico para a versão

sistema de tração será especifico para a versão

Reprodução/Motor 1

O sistema de tração será especifico para a versão e contará com modos de condução, variando de acordo com o terreno (areia, lama, neve, cascalho).

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas