Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

VW reduz preço da Amarok em até R$ 56 mil: testamos pick-up na Argentina 

Utilitária tem estilo desatualizado mas se destaca pelo bom preço na versão Comfortline e por continuar sendo a pick-up mais potente do segmento 

Autos Carros|Marcos Camargo Jr. e Marcos Camargo Jr.

Versão Highline de R$ 302,370 será vendida por R$ 295,370
Versão Highline de R$ 302,370 será vendida por R$ 295,370 Versão Highline de R$ 302,370 será vendida por R$ 295,370

A Volkswagen Amarok vem enfrentando uma forte concorrência com as rivais. E como se trata de um produto que já tem 13 anos na mesma geração, a VW iniciou um período de promoções para alavancar as vendas de sua pick-up que chega à linha 2023 sem mudanças.

Pick-up tem tração integral 4Motion
Pick-up tem tração integral 4Motion Pick-up tem tração integral 4Motion

A versão Comfortline, que é oferecida por R$ 296,860, será vendida até o final de maio por R$ 240,456, um desconto de R$ 56 mil. As demais também serão oferecidas com descontos menores: a versão Highline de R$ 302,370 será vendida por R$ 295,370 enquanto a Extreme topo de linha de R$ 335,500 será oferecida por R$ 325,500.

Modelo tem motor turbodiesel V6 3,0 litros de 258cv com 59kgfm de torque
Modelo tem motor turbodiesel V6 3,0 litros de 258cv com 59kgfm de torque Modelo tem motor turbodiesel V6 3,0 litros de 258cv com 59kgfm de torque

O preço da versão Comfortline é competitivo uma vez que R$ 240 mil é o preço médio de concorrentes diesel com transmissão manual. A movimentação da Volkswagen é uma resposta ao mercado que está em baixa, mas principalmente a movimentação das concorrentes que lançaram novas versões como a Chevrolet S10 Midnight, Toyota Hilux GR-Sport e a nova geração da Ford Ranger mas também a redução recente de preços de modelos como a Nissan Frontier.

Pick-up em manobras em declives que inclinam a carroceria da utilitária
Pick-up em manobras em declives que inclinam a carroceria da utilitária Pick-up em manobras em declives que inclinam a carroceria da utilitária

E com os atributos de força (a Amarok é de longe a mais potente do segmento) e resistência a Volkswagen promoveu um encontro com a imprensa especializada na Argentina onde ela é produzida. Em pauta, os atributos de tração integral 4Motion, a suspensão mais robusta com molas afastadas da estrutura de chassi e o motor turbodiesel V6 3,0 litros de 258cv com 59kgfm de torque e potência extra de 12cv (272cv) durante 10s, útil em ultrapassagens por exemplo. O câmbio é automático de oito velocidades e a tração é integral permanente com modo 4x4 para alta velocidade e também marcha reduzida.

Publicidade
Pick-up vem equipada com controle de descida
Pick-up vem equipada com controle de descida Pick-up vem equipada com controle de descida

A versão Comfortline de R$ 240 mil traz um visual mais simplificado sem faróis em LED, rodas de liga com pneus de 17 polegadas, ar condicionado manual Climatic, protetor de caçamba, engate removível, multimídia Composition simplificado e ainda com CD Player mas com bluetooth e rádio além de conexão com celular via App Connect, computador de bordo e faróis de neblina. Na parte externa a Amarok não sofreu mudanças e incorpora um santantonio tubular com o nome da pick-up enquanto estribo e capota marítima são oferecidos como acessório.

Por dentro, o projeto antigo evidencia a idade da Amarok
Por dentro, o projeto antigo evidencia a idade da Amarok Por dentro, o projeto antigo evidencia a idade da Amarok

Por dentro o projeto antigo evidencia a idade da Amarok. O painel é de plástico rígido, a multimídia de sistema antigo e o painel privilegia instrumentos analógicos. Até mesmo o freio de estacionamento usa alavanca tradicional. Apesar de tudo isso, fica evidente a boa qualidade de montagem e a preocupação com a durabilidade do produto.

Publicidade
Câmbio é automático de oito velocidades e a tração é integral permanente com modo 4x4
Câmbio é automático de oito velocidades e a tração é integral permanente com modo 4x4 Câmbio é automático de oito velocidades e a tração é integral permanente com modo 4x4

Teste de capacidade

Testamos a Amarok na região de Baradero, próximo a Zarate, cerca de 130km de Buenos Aires para avaliar sua capacidade off road e também de aceleração na estrada. Partindo da capital sob trânsito intenso os 258cv da Amarok aparecem rapidamente e exigem controle para não exceder o limite da via. A Amarok não sofreu nenhuma mudança mecânica na linha 2024 mas até o momento é a mais forte do segmento de Pickups médias. Em situações de ultrapassagem, o modo Overboost entrega 272cv por 10s onde a Amarok entrega maior confiança para fazer a manobra.

Publicidade
Amarok não sofreu nenhuma mudança mecânica na linha 2024
Amarok não sofreu nenhuma mudança mecânica na linha 2024 Amarok não sofreu nenhuma mudança mecânica na linha 2024

Já na fazenda Los Alamos, os técnicos da Volkswagen se preocuparam em mostrar os atributos off road em provas como aceleração na areia, arrasto de um tronco que pesa 1 tonelada, ganchos para amarração de carga presos ao chassi e não à caçamba e também manobras em declives e aclives que inclinam a carroceria da utilitária.

Técnicos da Volkswagen se preocuparam em mostrar os atributos off road em provas como aceleração na areia
Técnicos da Volkswagen se preocuparam em mostrar os atributos off road em provas como aceleração na areia Técnicos da Volkswagen se preocuparam em mostrar os atributos off road em provas como aceleração na areia

Depois a experiência off road levou a pick-up a vencer obstáculos de até 35 graus de inclinação, com subidas e descidas íngremes onde foram úteis os sistemas de tração 4x4 e controle de descida (HDC).

No modo Overboost entrega 272cv por 10 segundos
No modo Overboost entrega 272cv por 10 segundos No modo Overboost entrega 272cv por 10 segundos

Futuro da Amarok

Os executivos da Volkswagen desconversam sobre os planos de reestilizacao da sua pick-up. É possível que após o período de promoção a Volkswagen anuncie uma reestilização de sua Pickup. Isso porque a nova geração que já é produzida na África do Sul está descartada na América do Sul (mesmo com a nova geração da Ranger que compartilha chassi com a nova Amarok) sendo produzida ao lado da concorrente em General Pacheco, nos arredores de Buenos Aires.

Modelo é produzido na Argentina e exportado para o Brasil
Modelo é produzido na Argentina e exportado para o Brasil Modelo é produzido na Argentina e exportado para o Brasil

Ao menos uma mudança leve de estilo, adoção da multimídia Volksplay e inclusão do novo logotipo da marca já deixaria a Amarok mais próxima dos outros produtos da marca no mundo. Por hora essa alteração não está prevista e a VW segue oferecendo a Amarok com preços mais competitivos, boa notícia para quem aprecia sua boa capacidade off road e motor V6 turbodiesel com 258cv.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.