Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Christina Lemos - Blogs
Publicidade

Banqueiro aos 40, sobrinho dos irmãos Batista dá festão em SP

Aniversário de José Antônio Batista teve Maiara e Maraísa, bufê milionário, políticos e PIB paulistano

Christina Lemos|Christina LemosOpens in new window


José Antônio Batista (à direita), presidente do Banco Original, ao lado do antecessor, Luiz Meneguetti Divulgação/Banco Original

José Antônio Batista saiu aos tios. Já não há qualquer dúvida quanto à semelhança entre um dos mais jovens banqueiros do país e seus célebres tios Wesley e Joesley Batista, que emprestam as iniciais de seus nomes ao maior grupo empresarial do Brasil, a J&F, e sobreviveram milionários a um dos mais rumorosos escândalos da crônica política recente. As semelhanças, aliás, vão do gosto musical à paixão pelos negócios e também por festas nababescas.

“Quem faz o que ama não trabalha, se diverte!”, declara o sobrinho da dupla endinheirada, ele próprio já trilhando no caminho da fortuna. E José Antônio seguiu à risca a própria máxima. Para celebrar seu aniversário de 40 anos e o sucesso profissional reuniu em São Paulo o topo da pirâmide social paulistana, políticos de várias correntes vindos direto de Brasília, dezenas de familiares de diversas gerações e boa parte da elite rural goiana - origem da família Batista que fez fortuna nos mandatos de Lula, quando o petista decidiu que o Brasil deveria ser conhecido mundialmente pela carne tipo exportação. O churrasco mais tarde veio a ter sabor amargo para o ex-presidente Temer - mas essa é uma outra história.

Maiara e Maraísa - uma das duplas sertanejas que embalaram os convidados - se desdobraram para encantar a plateia, ainda que os “farialimers” ali representados torcessem o nariz ao gênero musical. Foram elas as estrelas do auge da noite a comandarem o “Parabéns pra Você” interpretado ao melhor estilo sertanejo e a convocarem ao palco um padre para rezar o Pai Nosso e abençoar aniversariante e família.

Mas as razões de comemoração do jovem banqueiro vão muito além do sucesso precoce e ao que parece as finanças da família voltaram a ser abençoadas com cifras cada vez mais gordas. Há pouco mais de dois anos à frente do Banco Original, o jovem Batista resgatou a instituição do limbo ao incorporar 33 milhões de clientes do PicPay, tornando o banco o terceiro maior do país.

A operação fez o Original sair do prejuízo, em 2022, para um lucro de R$ 144 milhões no primeiro trimestre deste ano. O banco é hoje dono de uma carteira de crédito que passou dos R$ 14 bi em março. É dinheiro e sucesso que fazem a elite paulistana a aprender a cantar com fervor todas as estrofes de “Medo Bobo”, hit bem apropriado à ocasião e que levou ao topo das paradas as irmãs sertanejas favoritas dos Batista.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.