Christina Lemos Doria é combativo num segundo turno, diz comitê do tucano

Doria é combativo num segundo turno, diz comitê do tucano

Desempenho em pesquisa melhora, no confronto direto com Lula e Bolsonaro. Ex-governador teria 'capacidade de quebrar polarização'

Doria: esforço para ampliar popularidade

Doria: esforço para ampliar popularidade

Reprodução

O ex-governador de São Paulo, João Doria, pré-candidato à Presidência, aparece com 6% das intenções de voto em levantamento do Ipespe, realizado na primeira semana de abril. Mas o número que anima o núcleo de campanha do tucano diz respeito ao segundo turno das eleições. De acordo com a pesquisa, caso chegasse a essa etapa da disputa, Doria teria “capacidade de quebrar polarização” entre Bolsonaro e Lula.

O tucano aparece tecnicamente empatado com 37% dos votos ante 39% contra Jair Bolsonaro. Já quando o adversário é Lula, Doria cresceu 12 pontos percentuais e chegou a 36% dos votos contra 47% do petista.

Na corrida contra o tempo, a missão de Doria e aliados é provar que sua candidatura é viável como nome preferencial da terceira via. Partidos que abrigam a campanha dos outros postulantes à vaga estabeleceram o dia 18 de maio como data para a definição de uma chapa única dessa corrente. Doria não participou da articulação, que contou com a participação de Eduardo Leite, seu concorrente interno no PSDB. 

Neste momento, o ex-governador de São Paulo tenta intensificar seus contatos com a população fora do estado, no esforço para se tornar conhecido. Na Bahia, foi identificado como “o homem da vacina”, numa confirmação de sua marca como o promotor da imunização dos brasileiros, com a disseminação do uso da CoronaVac — a primeira vacina adotada contra a Covid-19.

Apoiadores e formuladores da campanha do ex-governador querem ampliar o conceito e torná-lo conhecido também como promotor do desenvolvimento. O tema do desemprego deve ser abordado pelo pré-candidato nas próximas aparições públicas. 

Outro desafio para os publicitários da campanha é atribuir uma “pegada popular” ao tucano. Em Rio das Contas, na Bahia, Doria arriscou com sucesso passos de forró em plena praça pública. De tênis, calça jeans e camiseta, dançou diante da banda da cidade, com Simone Reis. “Excelente dançarina”, registrou, no comentário acompanhando vídeo postado em rede social. “Beijo carinhoso aos meus conterrâneos”, escreveu.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas