Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Conta em Dia
Publicidade

Preço da casa própria sobe mais do que a inflação, e m² vai a R$ 8.902

Ao final do quarto mês deste ano, o Índice Fipe/ZAP registra alta de 2,17%. Já no acumulado dos 12 meses, valorização é de 5,76%

Conta em Dia|Ana VinhasOpens in new window


Imóveis valorizam mais que a inflação CRIS FAGA/DRAGONFLY PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 06.05.2024

O preço da casa própria acelerou e subiu mais que a inflação. Ao final do quarto mês deste ano, o Índice Fipe/ZAP de venda residencial registrou alta de 2,17%. O resultado supera a variação dos preços da economia, segundo o IGP-M/FGV (-0,60%), assim como a inflação ao consumidor de 1,63%, considerando o resultado acumulado do IPCA-15 de abril.

A análise é feita com base no comportamento dos preços de venda de imóveis residenciais em 50 cidades brasileiras.

A alta mensal de abril, de 0,66%, foi liderada pela valorização em capitais como Curitiba, João Pessoa e Maceió.

Veja mais

Nos últimos 12 meses, o índice registrou valorização de 5,76%, também acima da variação do IGP-M/FGV (-3,04%) e do IPCA-15 em abril/2024* (+3,51%).

Publicidade

Imóveis com um dormitório registraram valorização acima da média dos imóveis monitoradas (+5,64%), contrastando com a alta relativamente menor entre unidades com dois dormitórios (+5,09%).

O preço médio de venda residencial, calculado para as 50 cidades monitoradas, foi de R$ 8.902/m², no Brasil, em abril. A capital com maior valor médio é Vitória (ES), com R$ 11.206/m².

Publicidade

Veja as capitais que mais valorizaram no acumulado deste ano:

• Curitiba (+6,54%)

Publicidade

• João Pessoa (+5,08%)

• Recife (+4,19%)

• Goiânia (+3,88%)

• Maceió (+3,79%)

• Belo Horizonte (+3,63%)

• Salvador (+3,39%)

• Florianópolis (+3,30%)

Veja o ranking do preço médio por m² nas capitais:

• Vitória (ES) — R$ 11.206/m²

• Florianópolis (SC) — R$11.144/m²

• São Paulo (SP) — R$ 10.858/m²

• Rio de Janeiro (RJ) — R$ 10.048/m²

• Curitiba (PR) — R$ 9.663/m²

• Brasília (DF) — R$ 9.133/m²

Entre os municípios, os maiores valores de metro quadrado estão em Santa Catarina: Balneário Camboriú (R$ 12.993/m²), Itapema (R$ 12.806/m²) e Itajaí (R$10.984/m²).

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.