Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Luiz Fara Monteiro
Publicidade

Brasília-Lima da LATAM completa um ano com mais de 80% de ocupação

De abril de 2023 a março de 2024, companhia transportou 103 mil passageiros em 740 voos na rota

Luiz Fara Monteiro|Luiz Fara MonteiroOpens in new window

LATAM: um ano com mais de 80% de ocupação na rota Brasília - Lima (William Alves)

A rota Brasília-Lima da LATAM completou um ano de operação com mais de 80% de ocupação. De abril de 2023 a março de 2024, a companhia transportou 103 mil passageiros em 740 voos entre as duas cidades. O bom desempenho reflete o acerto da LATAM em também investir de forma sustentável nas rotas internacionais fora do eixo Rio-São Paulo. Atualmente, além de Brasília, a LATAM opera para a capital do Peru rotas saindo das seguintes cidades: Rio de Janeiro, Guarulhos e Porto Alegre (suspensa temporariamente devido ao fechamento emergencial do aeroporto). Em Brasília, a companhia também começará a operar a rota internacional Brasília-Santiago em junho deste ano.

Segundo Aline Mafra, diretora de Vendas e Marketing da LATAM Brasil, “Brasília é o segundo principal hub da LATAM no Brasil e conectá-la com voos diretos para mais destinos na América do Sul é uma forma de fomentar mais negócios e turismo para brasileiros em todas as regiões por meio de 33 destinos domésticos que se conectam a Brasília”.

O voo Brasília-Lima é operado com quatro frequências semanais, que passarão a cinco frequências semanais a partir de julho. Além de oferecer uma opção mais rápida para brasileiros do Norte e Nordeste viajarem ao Peru, o voo transporta turistas estrangeiros não somente para o Distrito Federal, mas para outros 33 destinos da LATAM no Brasil por meio de conexões. Com duração média de 4h50, o voo é operado por aeronaves Airbus A320 (capacidade para 168 passageiros em cabine Economy e 8 em Premium Economy). Decola de Brasília sempre às 9h00 (hora local) e de Lima à 0h30 (hora local). No Brasil, vale lembrar, a LATAM ainda opera voos diretos para a capital peruana a partir dos aeroportos de São Paulo/Guarulhos (21 voos semanais), Rio de Janeiro/Galeão (7 voos semanais) e Porto Alegre (4 voos semanais).

O CRESCIMENTO DA LATAM

Publicidade

Mais eficiente e competitiva, a LATAM opera atualmente a maior malha aérea da sua história no Brasil, com voos para mais de 50 aeroportos em território nacional. Na prática, lidera a aviação brasileira desde 2021 (em RPK), segundo a ANAC. O índice calculado pela ANAC considera a quantidade de passageiros por quilômetro transportados pela empresa sobre o volume de passageiros por quilômetro transportados por todas as companhias aéreas que operam no País.

Somente em 2023, quando transportou 33 milhões de passageiros domésticos no Brasil, a LATAM viu crescer em 8% a sua operação em todo o território nacional, na comparação com 2022. O avanço tem uma razão: no último ano, 15 dos 17 novos aviões recebidos direto de fábrica pelo grupo LATAM foram direcionados para a sua operação brasileira.

Publicidade

Em 2024, a LATAM prevê a chegada de mais aviões e um novo crescimento de 7% a 9% na sua operação doméstica no Brasil, na comparação com 2023. Na prática, serão adicionados no País mais de 3 milhões de assentos da companhia no ano.

Na operação internacional, a LATAM também liderou o mercado brasileiro em março de 2024, com participação de 24%, segundo a ANAC. Atualmente, é a empresa aérea que mais transporta turistas ao Brasil, com voos próprios a partir de 90 aeroportos no exterior. Em novembro de 2023, vale lembrar, a LATAM e a Embratur assinaram um acordo de cooperação técnica para promover o País internacionalmente.

Publicidade



Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.