Luiz Fara Monteiro Embratur e Latam discutem aumento de conexões aéreas e avanço em sustentabilidade

Embratur e Latam discutem aumento de conexões aéreas e avanço em sustentabilidade

Reunião de trabalho na sede da Agência, nesta quarta (31), também debateu planejamentos para encontro do G20 e a COP-30

Embratur e Latam: avanço em parceiras sobre sustentabilidade

Embratur e Latam: avanço em parceiras sobre sustentabilidade

EMBRATUR

A Embratur e a Latam se reuniram, na manhã desta quarta-feira (31), na sede da Agência, em Brasília, para discutir diversos temas, incluindo a ampliação da conectividade aérea, os avanços nos programas de sustentabilidade, a atuação em grandes projetos, como COP-30 e G20, e parcerias para América do Sul, África e outros destinos. A Agência e a companhia aérea têm um termo de cooperação e trabalham juntas em uma série de ações, incluindo o combate às mudanças climáticas.

Embratur e Latam avaliam, juntas, os caminhos para desenvolverem um projeto piloto de sustentabilidade com foco em roteiros e experiências. Ao mesmo tempo que preserva o meio ambiente, a iniciativa aumentará a oferta de destinos brasileiros no exterior, atraindo mais turistas internacionais para o Brasil.

O presidente da Embratur, Marcelo Freixo, considerou o encontro muito produtivo. “Falamos de sustentabilidade, que é um tema muito caro à Embratur e uma das pautas mais debatidas no mundo, e em conectividade aérea. São pautas que conversam, porque o combate às mudanças climáticas e a proximidade entre os países são fundamentais para o turista internacional decidir para onde vai. E o Brasil é o país referência quando se fala em proteção ao meio ambiente – seremos sede da COP-30 em 2025 e isso é uma coisa que podemos fortalecer a nossa imagem e com ações efetivas”, afirmou.

De acordo com a diretora de Assuntos Corporativos, Regulatórios e Sustentabilidade da Latam no Brasil, Maria Elisa Curcio, há vontade mútua de trabalho em conjunto. “Para nós, é fundamental que a Embratur tenha um papel de protagonista dentro da estrutura quando a gente fala de divulgação do Brasil [no exterior]. O Brasil é a vitrine da sustentabilidade no mundo. E a Latam, como principal empresa do setor aéreo hoje, tem a oportunidade de estar com o presidente da Embratur e de trabalhar em parcerias. Isso traz muita oportunidade de crescimento para a Latam e para o turismo, de um modo geral”, comentou.

Proximidade com as aéreas

A diretora de Marketing Internacional, Negócios e Sustentabilidade da Embratur, Jaqueline Gil, que também participou do encontro, destacou que o turismo internacional no Brasil depende do setor aéreo para acontecer. “Para a Embratur, as conexões e parcerias com companhias aéreas são essenciais para o nosso negócio. E a Latam é a companhia aérea brasileira com maior grau de aprofundamento no tema da sustentabilidade. Trabalhar essa pauta e construir projetos juntos é muito importante”, observou.

Ainda segundo Jaqueline Gil, Embratur e companhias aéreas precisam de programas bem desenhados no que diz respeito à atuação em grandes eventos, como a reunião de Cúpula de Líderes do G20, que acontece no Brasil em novembro deste ano, no Rio de Janeiro (RJ), e a 30ª Conferência da ONU Sobre Mudanças Climáticas (COP-30), que acontecerá em novembro de 2025 em Belém (PA). “E do ponto de vista da conectividade, a gente precisa ampliar e facilitar nossas conexões com a América do Sul. E a Latam é a companhia que detém essa malha”, acrescentou.

O coordenador de Demanda a Transportes Multimodais da Embratur, Philipe Karat, falou dos projetos de ampliação da conectividade. “O objetivo é reduzir as distâncias. Conectar as regiões Norte e Nordeste ao hemisfério norte e ampliar a conectividade da África, via Guarulhos (SP), para destinos de afroturismo. Também falamos muito de conectar as cidades principais da América do Sul, via Guarulhos e Brasília (DF), para dar mais acessibilidade aos destinos do Norte, Nordeste e Centro-Oeste”, completou.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas