Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Luiz Fara Monteiro
Publicidade

FAB se pronuncia sobre queda de bimotor em Santa Catarina

As buscas à aeronave foram coordenadas pelo Salvaero Curitiba. Duas aeronaves foram utilizadas na operação

Luiz Fara Monteiro|Luiz Fara MonteiroOpens in new window

Helicóptero H-36 Caracal, do Terceiro Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (3°/8° GAV) – Esquadrão Puma (Johnson Barros/Ag�ncia For�a A�rea / Johnson)

Investigadores do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), órgão central do Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SIPAER), localizados em Brasília (DF), foram acionados, nesta terça-feira (04/06), para realizar a Ação Inicial da ocorrência envolvendo a aeronave de matrícula PS-BDW, no município de São Francisco do Sul (SC).

De acordo com nota enviada ao Blog pela Assessoria de Comunicação da Força Aérea Brasileira (FAB), na Ação Inicial são utilizadas técnicas específicas, conduzidas por pessoal qualificado e credenciado, que realiza a coleta e a confirmação de dados, a preservação dos elementos, a verificação inicial de danos causados à aeronave, ou pela aeronave, e o levantamento de outras informações necessárias à investigação.

Aeronave SC-105 (Rafael Marchesini - Aviação Campo Grande)

As buscas à aeronave foram coordenadas pelo Salvaero Curitiba. Foram engajadas na missão uma aeronave SC-105 Amazonas, do Segundo Esquadrão do Décimo Grupo de Aviação (2°/10° GAV) – Esquadrão Pelicano, e um helicóptero H-36 Caracal, do Terceiro Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (3°/8° GAV) – Esquadrão Puma. A localização foi realizada pelo SC-105 Amazonas, durante voo de NVG (do inglês Night Vision Goggles). Na sequência, o H-36 Caracal infiltrou equipes de resgate na área de mata densa e terreno irregular onde foram encontrados os destroços da aeronave.

Acompanhe o andamento da investigação pelo Painel SIPAER do CENIPA:

Publicidade

Em breve, a ocorrência de matrícula PS-BDW, no município de São Francisco do Sul (SC), estará disponível para consulta no Painel SIPAER.

Por oportuno, cabe destacar que, conforme disposto no art. 88-H da Lei nº 7.565/1986 (Código Brasileiro de Aeronáutica - CBA), é mediante a emissão e a publicação do Relatório Final que o CENIPA se pronuncia sobre os resultados de suas investigações.

Publicidade

A conclusão da investigação terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade da ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os possíveis fatores contribuintes.

O CENIPA tem por objetivo investigar as ocorrências aeronáuticas, de modo a prevenir que novos acidentes com características semelhantes ocorram.

Publicidade

Sobre o Painel SIPAER:

O Painel SIPAER, desenvolvido pelo CENIPA, é uma plataforma on-line e aberta ao público que oferece acesso a dados sobre as ocorrências na aviação civil brasileira. Apresenta, ainda, informações em gráficos e tabelas, que podem ser modificados pelos usuários conforme filtros de pesquisas aplicados. Além disso, possibilita a visualização do histórico das ocorrências aeronáuticas dos últimos dez anos por meio do Panorama da Aviação Civil Brasileira e consultas às Recomendações de Segurança já emitidas pelo Centro. Os usuários também podem acompanhar o andamento de uma investigação ao digitar a matrícula da aeronave, data ou Estado no menu “Ocorrências”. Para essas e outras informações, visite o Painel SIPAER, por meio do site do CENIPA ou clique no link: https://painelsipaer.cenipa.fab.mil.br .



Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.