Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Luiz Fara Monteiro
Publicidade

Passageira morde comissário e arranca pedaço de uniforme durante confusão em voo; veja

Voo que partiu do Aeroporto Internacional de Miami para Newark na noite de terça-feira precisou fazer um desvio para Orlando

Luiz Fara Monteiro|Luiz Fara MonteiroOpens in new window


Passageira arranca pedaço de uniforme de comissário de bordo com mordida Reprodução/Instagram/@aflyguytravels

Uma mulher que viajava a bordo de um voo da United Airlines foi flagrada por uma câmera mordendo um comissário de bordo depois que um avião decolou de Miami esta semana.

O voo 762 da United partiu do Aeroporto Internacional de Miami, na Flórida, para Newark, Nova Jersey, na noite de terça-feira, mas foi forçado a fazer um desvio repentino para Orlando depois que a passageira não identificada começou a causar caos a bordo do voo.

A United disse ao The Independent em um comunicado que a passageira se tornou “agressiva e perturbadora” e então os comissários de bordo “trabalharam para acalmar a situação e proteger outros clientes”.

Imagens de celular do incidente, obtidas pelo TMZ, mostram uma mulher gritando e xingando outros passageiros enquanto a tripulação tenta detê-la no corredor.

Publicidade

Os comissários de bordo são vistos tentando apaziguar a situação colocando braçadeiras de plástico nela.

“Me solta, eu sou uma garota. O que você vai fazer, me matar?”, parece dizer a mulher na filmagem. “Essas pessoas têm um problema de atitude, e não fazem o trabalho delas. Elas estão me algemando. Por que você está me algemando?”, ela grita.

Publicidade

A mulher também grita palavrões e ameaça alguém fora das câmeras no clipe.

O vídeo mostra policiais embarcando no avião e escoltando a mulher para fora, sob aplausos dos outros passageiros.

Publicidade

A United disse que a tripulação decidiu pousar em Orlando, onde a polícia estava esperando para retirar a mulher da aeronave.

Um porta-voz do Departamento de Polícia de Orlando disse à FOX 35 que a passageira foi transportada para um hospital local para uma avaliação médica, acrescentando que nenhuma prisão havia sido feita até quarta-feira.

O Independent entrou em contato com o Departamento de Polícia de Orlando para obter mais informações.

O incidente caótico fez com que o voo fosse atrasado em três horas e meia, já que a tripulação teve que ser substituída por uma nova tripulação em Orlando, informou a WSVN .

“Este voo está aqui em Orlando e a tripulação não vai continuar por causa do que aconteceu entre aqui e Miami”, anunciou a equipe no terminal de Orlando.

Não está claro o que fez com que a mulher começasse a agir agressivamente no voo.

Até agora, em 2024, houve 893 relatos de passageiros indisciplinados relatados à Administração Federal de Aviação.



Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.