Luiz Fara Monteiro Passagens aéreas tiveram queda de 9,48% nos preços em novembro

Passagens aéreas tiveram queda de 9,48% nos preços em novembro

Número foi divulgado pelo IPCA-15 com comparativo ao mês anterior

Passagens aéreas: redução no preço, registrada pelo IPCA-15

Passagens aéreas: redução no preço, registrada pelo IPCA-15

William Alves

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) divulgou hoje (24) queda de 9,48% nos preços das passagens aéreas em novembro, em relação ao mês anterior.

No período de 11 meses de 2022, o preço dos bilhetes aéreos medido pelo IPCA-15 registrou quedas em janeiro (-18,21%), fevereiro (-5,05%), março (-7,55%), agosto (-12,22%) e agora novembro (-9,48%).

De janeiro a novembro, segundo dados da Petrobras, o QAV acumula aumento de quase 59%. O combustível responde por cerca de 40% dos custos de uma empresa aérea, que por sua vez têm uma parcela de mais de 50% indexada pelo dólar.

A situação de intensa volatilidade nas cotações do preço do barril de petróleo e da moeda norte-americana tem pressionado cada vez mais os custos estruturais do setor, pressionando os preços das passagens.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas