Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Luiz Fara Monteiro
Publicidade

Uganda Airlines expande frota e rede de rotas

Companhia aérea nacional do país africano está em uma trajetória ascendente, com expansão significativa da frota e das rotas em andamento

Luiz Fara Monteiro|Luiz Fara MonteiroOpens in new window


Uganda Airlines: crescimento Divulgação Uganda Airlines

A Uganda Airlines está em fase de crescimento, com novos e interessantes desenvolvimentos pela frente para a transportadora africana. A expansão da companhia foi tema de uma reportagem da Airline Geeks.

A companhia aérea de serviço completo tem uma frota composta por sete aeronaves. Atualmente, ela tem dois Airbus A330s e quatro CRJ-900s. Além disso, ela tem um Airbus A320 em um wet lease da Global Airways, sediada em Joanesburgo.

Frota atual

A transportadora sediada em Entebbe usa sua aeronave widebody Airbus A330neo para operar serviços de longa distância para Dubai, Lagos e Mumbai.

Publicidade

Os CRJ-900 são usados para operar rotas nacionais e regionais de curta distância, incluindo Dar Es Salaam, Kilimanjaro e Zanzibar na Tanzânia, Nairóbi e Mombasa no Quênia, Bujumbura; Burundi e Juba, Sudão do Sul, entre outros.

O Airbus A320 wet-leased é usado para operar serviços para Joanesburgo e Kinshasa, República Democrática do Congo. Além disso, a Uganda Airlines fez um pedido de mais aeronaves de última geração com quatro Airbus A320neos encomendados.

Publicidade

Novas Rotas nos Oleodutos

Além de sua rede de rotas existente, que compreende 13 rotas regionais e intercontinentais, a Uganda Airlines pretende lançar voos para o Aeroporto de Londres Gatwick no final do ano. Ela já garantiu os direitos para operar este serviço.

A companhia aérea também lançará novos serviços para Lusaka, Zâmbia e Harare, Zimbábue, em um futuro próximo. As cidades serão atendidas usando uma rota triangular.

Interligação com a South African Airways

Falando com a CEO da Uganda Airlines , Jenifer Bamuturaki, à margem da conferência Wings of Change Focus Africa da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), realizada em Joanesburgo nos dias 2 e 3 de julho, Bamuturaki disse que a companhia aérea estava em estágios avançados de organização de um acordo interline com a South African Airways.

O acordo interline está definido para abrir mais conectividade para passageiros. As redes de rotas de ambas as transportadoras oferecerão conectividade expandida no continente africano e além.



Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.