Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Nunes e Boulos estão empatados numericamente na disputa pela Prefeitura de SP, indica pesquisa

Em um dos cenários estimulados, atual prefeito e deputado federal aparecem com 29%; Nunes lidera em projeção de segundo turno

Três Poderes|Do R7


Nunes e Boulos têm 29% das intenções de voto MONTAGEM - Fernando Frazão/Agência Brasil - 17.3.2023 E Vinicius Loures/Câmara dos Deputados - 15.5.2024

Pesquisa do instituto Real Time Big Data divulgada nesta segunda-feira (1º) aponta empate técnico entre o atual prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), e o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) na disputa pela Prefeitura de São Paulo. Em um dos cenários estimulados, quando uma lista com os nomes dos pré-candidatos é apresentada aos eleitores, ambos aparecem com 29% das intenções de voto.

Leia mais

O levantamento foi realizado com 1.500 entrevistados, entre os dias 25 e 28 de junho. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa, registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número SP-06703/2024, tem um nível de confiança de 95%.

Nesse primeiro cenário estimulado, Pablo Marçal (PRTB) aparece logo após Nunes e Boulos, com 14% das intenções de voto, empatando tecnicamente com José Luiz Datena (PSDB) e Tabata Amaral (PSB), que têm 9% e 8%, respectivamente.

Em seguida, está Marina Helena (Novo), com 1%. Altino Prazeres (PSTU), Fernando Fantauzzi (DC), Ricardo Senese (UP) e João Pimenta (PCO) aparecem com 0%. Nulos e brancos somaram 6%, e não souberam ou não responderam, 4%.

Publicidade

No segundo cenário estimulado, Boulos aparece com 29% contra 28% do atual prefeito de São Paulo. Marçal segue em terceiro na lista, com 12% das intenções de voto. Na sequência, estão José Luiz Datena, Tabata Amaral, Kim Kataguiri (União Brasil) e Marina Helena, com 8%, 7%, 5% e 1%, respectivamente.

Altino Prazeres, Fernando Fantauzzi, Ricardo Senese, e João Pimenta têm 0%. Nulos e brancos somaram 6%, e não souberam ou não responderam, 4%.

Publicidade

Pesquisa espontânea

O instituto também divulgou a pesquisa espontânea, aquela em que os entrevistados citam os nomes sem que sejam apresentadas a eles opções prévias. Nesse cenário, Boulos e Nunes continuam em empate técnico: o deputado federal aparece com 12% das intenções de voto contra 11% do atual prefeito.

Em seguida, aparecem Pablo Marçal, José Luiz Datena, Tabata Amaral e Kim Kataguiri, com 5%, 5%, 4% e 1%, respectivamente. A opção “outros” somou 12%, e nulos e brancos foram 50%.

Segundo turno

Em um eventual segundo turno envolvendo Nunes e Boulos, o atual prefeito venceria a disputa com 46% dos votos, contra 39% do deputado federal. Nulos e brancos foram 9%, e não souberam ou não responderam, 6%.

No segundo cenário, entre Nunes e Pablo Marçal, o atual prefeito venceria o pré-candidato do PRTB por 42% a 27%. Nulos e brancos somaram 16%, e não souberam ou não responderam, 15%.

No terceiro cenário avaliado pela pesquisa, entre Boulos e Marçal, o pré-candidato do PSOL venceria a disputa com 40% das intenções de voto, contra 33%. Nulos e brancos somaram 14%, e não souberam ou não responderam, 13%.

Em um cenário entre Nunes e Datena, o atual prefeito aparece com 44% das intenções de voto, contra 37% do jornalista. Nulos e brancos somaram 9%, e não souberam ou não responderam, 10%.

No quinto cenário, entre Boulos e Datena, o pré-candidato do PSOL tem 40% das intenções de voto, contra 38% do apresentador. Nulos e brancos somaram 15%, e 7% não souberam ou não responderam.

Considerando um segundo turno entre Nunes e Tabata, o atual prefeito tem 43%, enquanto a deputada aparece com 42%. Nulos e brancos somaram 15%, e 5% não souberam ou não responderam.

Em um cenário entre Tabata e Boulos, a deputada fica à frente, com 44%, ao passo que o político do PSOL aparece com 40%. Nulos e brancos somaram 10%, e 6% não souberam ou não responderam.

Possibilidades de votos

Dos que responderam à pesquisa, 26% disseram votar com certeza em Boulos. Outros 16% relataram que poderiam votar no deputado. Segundo o levantamento, 48% afirmaram que não votariam nele e 10% disseram que não o conhecem o suficiente para opinar.

Ainda de acordo com a pesquisa, 16% afirmaram que votariam com certeza em Ricardo Nunes e outros 35% disseram que poderiam votar nele. 34% relataram que não votariam no atual prefeito, e 15% disseram que não o conhecem o suficiente para opinar.

Avaliação das gestões

O atual prefeito aparece com 49% de aprovação do eleitorado e 43% de desaprovação. Segundo o levantamento, 8% não souberam ou não responderam. O governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) aparece com 56% de aprovação e 35% de desaprovação. 9% não souberam ou não responderam.

Além disso, o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva é aprovado por 42% do eleitorado e desaprovado por 49%. Outros 9% não souberam ou não responderam.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.