Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Após 20 anos, Rio de Janeiro terá nova Bolsa de Valores

Prefeito sancionou a lei municipal que incentiva a instalação da instituição durante uma cerimônia na sede da Associação Comercial

Rio de Janeiro|Do R7


Prefeito sancionou a lei municipal que incentiva a instalação da Bolsa de Valores Marcelo Piu/ Prefeitura do Rio

Após 20 anos, o Rio de Janeiro será novamente sede de uma Bolsa de Valores. O anúncio foi feito pelo prefeito Eduardo Paes, nesta quarta-feira (3), nas redes sociais. A previsão é que comece a operar no segundo semestre de 2025.

“O Rio de Janeiro está recuperando seu protagonismo econômico no país. Vamos seguir criando cada vez mais oportunidades para estimular o nosso desenvolvimento e beneficiar o Rio e todo o Brasil!”, escreveu o chefe do executivo nas redes sociais.

Ao lado do CEO (diretor-executivo) do ATG (Americas Trading Group), Claudio Pracownik, o prefeito sancionou a lei municipal que incentiva a instalação da instituição, durante uma cerimônia na sede da Associação Comercial do Rio.

O Projeto de Lei 3276/2024, de iniciativa da prefeitura municipal, foi aprovado pela Câmara de Vereadores no dia 25 de junho, com 37 votos a favor e 5 contra.

Publicidade

Com a nova regra, cai para 2% o ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) que incide sobre as atividades a serem desempenhadas por uma Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros, bem como sobre as atividades exercidas por sociedades que atuam na negociação, liquidação e custódia de ativos financeiros.

No início dos anos 2000, houve o encerramento das atividades da BVRJ (Bolsa de Valores do Rio de Janeiro).

Publicidade



Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.