Rio de Janeiro Após 4 anos, MP-RJ denuncia filhos por morte de idoso em São Conrado

Após 4 anos, MP-RJ denuncia filhos por morte de idoso em São Conrado

Irmãos teriam participado de crime com ajuda de namorado da filha; motivo seria disputa de bens deixados pela esposa da vítima

MP-RJ denunciou filhos pelo assassinato do pai em 2016

MP-RJ denunciou filhos pelo assassinato do pai em 2016

Fernando Frazão / Agência Brasil

O MP-RJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) denunciou os dois filhos e o namorado da filha de um idoso pelo assassinato do pai, que ocorreu em 2016 em São Conrado, na zona sul do Rio.

O MP também pediu a prisão dos três por homicídio duplamente qualificado, agravado por motivo torpe e realizado por meio de emboscada.

Segundo a denúncia da 2ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Especializada, o crime teria sido motivado por discordâncias a respeito da partilha de bens deixados pela esposa da vítima de 77 anos.

De acordo com a perícia e imagens de câmeras de monitoramento instalados na casa, o idoso estava em casa com o filho quando a filha chegou acompanhada do namorado. Em seguida, em um quarto localizado fora do alcance das câmeras, houve um desentendimento entre os três e um dos denunciados disparou três tiros contra a vítima.

A denúncia do MP-RJ afirma que o trio desfez a cena do crime e tentou simular um suposto suicídio da vítima, o que fez com que o caso não fosse registrado como homicídio na ocasião.

No entanto, o laudo da necropsia descartou a hipótese de suicídio, uma vez que considerou impossível que a vítima, independentemente da lesão do coração, pudesse efetuar dois disparos letais na própria cabeça, além de ter apresentado resultado negativo para a pesquisa sobre resíduos nas mãos da vítima de chumbo e outros elementos químicos referentes ao uso de arma de fogo. O MP-RJ destacou que houve inconsistências nos depoimentos dos envolvidos.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas