Rio de Janeiro Ex-vereadora é alvo de ação contra roubo de cargas no RJ

Ex-vereadora é alvo de ação contra roubo de cargas no RJ

Segundo as investigações, Carminha Jerominho teria comprado dois celulares roubados e pode responder por receptação

  • Rio de Janeiro | Ana Beatriz Araújo, do R7*, com Fábio Peixoto, da Record TV Rio

A ex-vereadora do Rio Carminha Jerominho foi encaminhada à delegacia em uma ação da Polícia Civil contra roubo e receptação de cargas roubadas em vários bairros da cidade e de Volta Redonda, no sul Fluminense, nesta quinta-feira (25). 

Carminha estava em um condomínio de luxo na zona oeste

Carminha estava em um condomínio de luxo na zona oeste

Reprodução/Record TV Rio

Carminha estava em um condomínio de luxo em Campo Grande, na zona oeste, e é suspeita de comprar dois telefones roubados. Os agentes investigam se ela sabia que os aparelhos eram ilegais. 

De acordo com os policiais, ela teria afirmado que adquiriu os celulares em uma loja para dar de presente. Carminha disse ainda que tem provas da compra. 

Caso fique comprovado que Carminha tinha conhecimento que os aparelhos eram roubados, ela pode responder por receptação. 

A ex-vereadora é filha do ex-vereador Jerominho e sobrinha ex-deputado estadual Natalino Guimarães, apontados como chefe de uma das maiores milícias da estado, a Liga da Justiça, que atuava na zona oeste. Carminha  se candidatou a vereadora em 2020, mas não conseguiu se eleger. 

A Operação Cegueira Deliberada busca cumprir 26 mandados de prisão contra suspeitos de roubo de cargas. Os produtos seriam destinados a comunidades controladas pela milícia. 

O R7 não encontrou a defesa da ex-vereadora até o fechamento desta reportagem. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de Celso Fonseca

Últimas