Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Operação da Polícia Civil prende dois homens e apreende quatro mil ‘vapes’ no Rio

Ação foi contra um dos maiores distribuidores de cigarro eletrônico na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade

Rio de Janeiro|Do R7


Dois funcionários de um estabelecimento que revendiam 'vapes' foram presos na última terça-feira (19). Além disso, a operação da Polícia Civil apreendeu mais de quatro mil cigarros eletrônicos.
Cigarros eletrônicos de diversos tipos e marcas são apreendidos na zona oeste do Rio Reprodução Record

Dois homens foram presos e quatro mil ‘vapes’ apreendidos durante uma operação da Polícia Civil contra uma das maiores distribuidoras dos Defs (Dispositivos Eletrônicos de Fumar) na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, na última terça-feira (18). De acordo com os agentes, a mercadoria é avaliada em mais de R$ 400 mil.

Segundo as investigações, os produtos estavam armazenados em um shopping da região. Neste mesmo local, os agentes descobriram um centro de distribuição e logística de “vapes”, que vendia os cigarros eletrônicos de diversos tipos e marcas no atacado, varejo e online.

Durante a ação, dois funcionários foram encontrados no estabelecimento. Em seguida, os suspeitos foram encaminhados à Decon (Delegacia de Crimes Contra o Consumidor) e presos em flagrante pelo crime de contrabando. A pena pode chegar a cinco anos de reclusão.


Defs são proibidos pela ANVISA desde 2009

Uma recente reunião da diretoria colegiada da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) manteve por unanimidade a proibição dos ‘vapes’ devido aos estudos atualizados que comprovam os malefícios que ocorrem com o uso do Defs. Desde 2009 que o uso não é autorizado no Brasil.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.