Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

PM que matou jovem com tiro de fuzil à queima-roupa, no Rio, é denunciado à Justiça

Segundo o MPRJ, o agente assumiu o risco de matar ao usar a arma para golpear a vítima, quando estava com o dedo no gatilho 

Rio de Janeiro|Da Agência Brasil

Jefferson foi morto com um tiro à queima-roupa
Jefferson foi morto com um tiro à queima-roupa Jefferson foi morto com um tiro à queima-roupa (Record Rio)

O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou opolicial militar acusado de matar Jefferson de Araújo Costa, de 22 anos, durante um protesto no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro.

Segundo o MPRJ, Carlos Eduardo Gomes dos Reis assumiu o risco de matar o jovem ao golpeá-lo com um fuzil calibre 7.62 com o dedo no gatilho.

Durante a agressão a Jefferson, o fuzil acabou disparando e matando o rapaz. O crime foi cometido na manhã de 8 de fevereiro, na avenida Brasil, próximo à passarela 9, na Maré.

De acordo com o órgão, o crime foi praticado por motivo fútil, apenas para desmobilizar uma pequena manifestação de moradores que ocorria no local.

Publicidade

Também houve, segundo o MPRJ, tiro à queima-roupa, com arma de uso restrito e sem possibilidade de defesa da vítima.

Além de instauração de ação penal contra o policial militar, que estápreso preventivamente, o Ministério Público pede o pagamento de indenização aos familiares da vítima.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.