São Paulo Baixo Augusta volta a desfilar após 2 anos e arrasta multidão pelo centro de SP

Baixo Augusta volta a desfilar após 2 anos e arrasta multidão pelo centro de SP

Desfile começou com contagem regressiva, após falas da diretoria sobre força do setor cultural e papel democrático do Carnaval

Agência Estado
'Eu sofri por esses dois anos sem carnaval', afirmou uma foliã

'Eu sofri por esses dois anos sem carnaval', afirmou uma foliã

WAGNER ORIGENES/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 12.02.2023

Após dois anos sem desfile no carnaval, o Acadêmicos do Baixo Augusta arrasta uma multidão de foliões neste domingo (12) na rua da Consolação até Praça Franklin Roosevelt, no centro. "Viver e não ter a vergonha de ser feliz", cantou a multidão em conjunto com os músicos.

À reportagem, os foliões falaram na alegria da volta do Carnaval de rua em São Paulo. "O Baixo Augusta tem essa representação da cultura e da liberdade, com música boa", diz a assistente social Eliana Mariani, de 56 anos, foliã do bloco há outros carnavais. "Eu sofri por esses dois anos sem carnaval."

O desfile começou com uma contagem regressiva, após falas da diretoria sobre a força do setor cultural e o papel democrático do Carnaval. O tema do cortejo deste ano é Atentos e Fortes, em referência à Gal Costa, morta em 2022, e ao momento político.

Com Wilson Simoninha de diretor musical e puxador, a agremiação tem participações especiais. Entre elas, está o Olodum e as artistas Marina Sena, Céu e Sophie Charlotte.

A madrinha do bloco, Tulipa Ruiz, também participa, assim como a rainha, Alessandra Negrini.

A historiadora Tayna Rios, de 34 anos, foi ao Baixo Augusta acompanhada da mãe, a promotora de vendas Maria da Graça Rios, de 56 anos. "É uma sensação de 'ufa', voltamos à realidade anterior depois de dois anos isoladas das pessoas", diz.

A assistente de administração Daniela Brito, 19 anos, saiu de Diadema, na Grande São Paulo, com amigos, em uma viagem de trem, metrô e ônibus. "É muito gratificante voltar ao carnaval depois de tudo que passamos nos últimos anos."

Ao todo, mais de 500 desfiles estão programados para o carnaval de rua em São Paulo. A programação oficial começou no sábado, 11, e continua neste domingo, 12 (pré-carnaval), e nos dias 18, 19, 20 e 21 (carnaval) e 25 e 26 de fevereiro (pós-carnaval).

Há opções para públicos de diferentes perfis, desde megablocos até cortejos voltados às crianças, e em todas as subprefeituras da cidade.

Últimas