Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Câmara de SP aprova criação de parque na praça Princesa Isabel, antigo reduto da Cracolândia

A ideia é cercar a praça de 16,6 mil metros quadrados com grades e portões. Projeto foi aprovado em segunda votação e vai à sanção

São Paulo|Julia Girão, do R7*


Praça Princesa Isabel após a desocupação pelos dependentes químicos e antes
Praça Princesa Isabel após a desocupação pelos dependentes químicos e antes

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou nesta terça-feira (14), em segunda votação, um projeto de lei que permite transformar a praça Princesa Isabel, na região central de São Paulo, em um parque municipal. A área chegou a ser conhecida como "Nova Cracolândia" após receber usuários de outros pontos da região da Luz, mas acabou esvaziada em operação da Polícia Civil, com apoio da Guarda Municipal, em maio. Após a saída dos dependentes, a Prefeitura de São Paulo já realiza a revitalização da área.

A proposta para a criação de um parque é do vereador Fábio Riva (PSDB), líder do governo na Câmara. Com a aprovação em segunda votação, o texto vai à sanção do prefeito Ricardo Nunes (MDB), que é defensor da proposta.

A ideia é cercar a praça de 16,6 mil metros quadrados com grades e portões, além de acrescentar banheiros e brinquedos para as crianças. A área é delimitada pelas avenidas Duque de Caxias e Rio Branco e pelas ruas Helvétia e dos Guaianazes.

Leia também

Proposta

“Meu projeto não veio para falar de Cracolândia, meu projeto veio para falar de uma requalificação e um parque novo para a cidade de São Paulo. Eu estou trabalhando com aquilo que é uma demanda da população”, disse Riva ao R7.

Publicidade

Foi anexado à proposta um abaixo assinado, com 983 assinaturas, realizado por moradores da área e dos bairros Santa Cecília e Bom Retiro, chamado 'Revitalização Praça Princesa Isabel’. Na justificativa do projeto, o parlamentar também afirma que o objetivo da proposta é buscar a proteção ecológica da praça, bem como revitalizar o Centro histórico de São Paulo.

Praça Princesa Isabel recebe revitalização e jardinagem
Praça Princesa Isabel recebe revitalização e jardinagem

A também vereadora Luana Alves (Psol) disse, durante a sessão plenária em que o projeto foi aprovado em primeira votação, que “tem uma questão ali, colocada nas razões deste projeto, que é um incômodo com as pessoas em situação de rua. Não é fazendo uma política de tentar proibir a população em situação de rua que vai gerar segurança”.

Publicidade

Segundo Riva, a oposição é a que mais demanda projetos de criação de parques e não sabe se existe algum parque na cidade de São Paulo que não tenha cerca. “A gente precisa de um pouco de bom senso”, diz ele.

Questão da cracolândia

Após a praça se tornar o epicentro da cracolândia, uma ação da Polícia Civil junto a prefeitura, no dia 11 de maio, dispersou os usuários para a rua Helvétia, a poucas quadras da praça Princesa Isabel.

Publicidade

Para Alexis Vargas, secretário-executivo de Projetos Estratégicos da Prefeitura de São Paulo, não é a transformação de uma praça em parque que vai mudar o cenário, mas colabora. “Ainda estamos trabalhando para minimizar o desconforto que essa atual concentração [na Cracolândia], ainda que pequena, causa na vizinhança”, disse.

Fábio Riva afirma que é necessário dividir a praça em dois momentos: “A praça Princesa Isabel nunca foi a Cracolândia. Nós tivemos um momento de imigração e de ocupação daquela Praça por conta das ações que tiveram ali na rua Helvétia próximo da Luz”.

Após críticas da oposição, Riva também afirma que está tendo o olhar humano e que o projeto não se trata de uma ação higienista.

“A questão do tráfico de drogas é questão de polícia. Nós temos que pensar nos moradores que reivindicam essa transformação para ter um espaço de cultura e turismo. Acho que esta é a conversa do plano de fundo daquilo que a gente busca no projeto”, finaliza o parlamentar.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Márcio Pinho

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.