São Paulo Carcará é resgatado com asa machucada na Grande São Paulo

Carcará é resgatado com asa machucada na Grande São Paulo

Ave achada com material cortante na asa foi encaminhado para o Zoológico do Parque Estoril, em São Bernardo do Campo 

  • São Paulo | Geovanna Hora*, da Agência Record

Divulgação/ Prefeitura de Santo André

Um carcará, ave de grande porte, foi resgatado pela Prefeitura de Santo André com a asa machucada. A equipe do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal da Secretaria de Meio Ambiente foi acionada por um morador do bairro Vila Pires.

O animal foi encontrado com material cortante na asa, o que provocou a lesão, e foi encaminhado para o Zoológico do Parque Estoril, em São Bernardo do Campo, que prestará os cuidados veterinários necessários e depois fará a soltura.

"A ocorrência é bastante comum com animais silvestres, principalmente na época de férias. Essa já é a segunda vez em poucos dias que a nossa equipe faz esse tipo de atendimento. Recentemente um outro carcará se feriu da mesma forma", destaca o secretário de Meio Ambiente, Fabio Picarelli.

O carcará é uma ave de rapina muito comum na região. Mede cerca de 50 a 60 centímetros de comprimento, da cabeça à cauda.

Muitas vezes é confundido com uma águia, mas é um parente distante dos falcões. É conhecido também como carancho, caranjo, caracaraí e gavião-de-queimada.

Somente neste ano, foram resgatados 123 animais silvestres no município. No ano passado inteiro, foram 382 atendimentos.

O telefone para solicitar o resgate de animais silvestres em Santo André é o 4433-1958, que funciona de segunda a sexta das 8h às 17h. Aos finais de semana o munícipe pode entrar em contato com a Guarda Civil Municipal pelo telefone 153.

*Estagiária sob supervisão de Letícia Dauer

Últimas