Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Homem é preso em flagrante após matar companheira a facadas em SP

PM descobriu que havia histórico de violência doméstica entre o casal. Em 2014, Daiane Leite Ferreira, de 27 anos, relatou ter sofrido lesões corporais

São Paulo|Do R7

Crime foi cometido na frente dos filhos do casal
Crime foi cometido na frente dos filhos do casal Crime foi cometido na frente dos filhos do casal

Um operador de telemarketing de 29 anos foi preso em flagrante após matar a companheira Daiane Leite Ferreira, de 27 anos, a facadas, em Osasco, na Grande São Paulo. O crime aconteceu por volta das 22h da última terça-feira (17).

Leia também: Aplicativo ajuda mulheres vítimas de violência a chamarem polícia

A Polícia Militar foi acionada e, ao chegar no endereço, os policiais foram recebidos pelo suspeito, que estava acompanhado dos dois filhos. O homem confessou aos policiais que, após uma discussão por ciúmes, desferiu vários golpes de faca contra a companheira. Ele ainda falou que a mulher, possivelmente, estaria morta.

Cesar foi algemado e colocado na viatura da polícia. Em seguida, os policiais entraram na residência do casal e encontraram o corpo da vítima na sala da casa, totalmente despida, e com vários ferimentos, aparentemente provocados por golpes de faca. Uma faca foi encontrada próxima ao corpo da mulher.

Publicidade

Leia também: Mulher que tinha medida protetiva sofre tentativa de feminicídio

O médico do resgate constatou 11 perfurações por faca na região do tórax, abdômen e cabeça. O local foi preservado para perícia. A faca utilizada no crime foi apreendida e o suspeito, levado ao 10º Distrito Policial (Osasco), onde confessou o crime, que foi cometido na frente dos filhos do casal.

Publicidade

Após pesquisas no sistema policial, a PM descobriu que havia histórico de violência doméstica entre o casal. Em 2014, Daiane relatou ter sofrido lesões corporais provocadas pelo companheiro.

Leia também: Mulher morta por ex havia feito 10 denúncias e tinha medida protetiva

Publicidade

O homem foi preso em flagrante e a prisão, convertida em preventiva por causa da intensa brutalidade do crime, cometido por ciúmes, considerado motivo fútil, e que foi praticado contra mulher por questão do sexo feminino, o que caracteriza crime de feminicídio.

O caso foi registrado no 10º Distrito Policial de Osasco como homicídio qualificado consumado e feminicídio.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.