Homem morre após ser espancado em balada na zona leste da capital

Vítima teria se envolvido em uma briga; corpo foi achado em uma vala, próximo à casa noturna

Homem morre após ser espancado em balada na zona leste da capital

Ewerton (foto) tinha um filho de três anos

Ewerton (foto) tinha um filho de três anos

Reprodução/Facebook

Um homem de 25 anos foi encontrado desacordado, na madrugada deste domingo (24), após uma suposta briga dentro da casa noturna Vitrine Show, na zona leste de São Paulo. Ewerton Nogueira chegou a ser socorrido ao Hospital do Tatuapé, mas não resistiu.

Segundo amigos da vítima, ele tinha ido à balada acompanhado de outros três amigos. Nenhum deles sabe ao certo o que aconteceu, mas uma confusão generalizada iniciou-se no local. Ainda não se sabe se seguranças do estabelecimento estariam envolvidos nas agressões.

Nogueira e outras pessoas foram retiradas da casa e a briga teria continuado do lado de fora, na Radial Leste. Os amigos não teriam visto mais a vítima depois de certa hora. Algumas pessoas o encontraram, algum tempo depois, na vala de uma obra de ampliação da avenida, desmaiado.

Leia mais notícias de São Paulo

No pronto-socorro, os médicos disseram aos amigos que ele teve traumatismo craniano, provocado, possivelmente, pelo espancamento. Nogueira tinha um filho de três anos e estava reatando o casamento com a ex-mulher.

O boletim de ocorrência foi registrado no 10º Distrito Policial (Penha). A polícia vai analisar imagens de câmeras de segurança de um bar que tem ao lado da balada e de uma empresa, quase em frente, para tentar identificar os agressores.

A direção da Vitrine Show declarou, em nota, que "nega veementemente que tenha havido qualquer tipo de agressão por parte da segurança no interior do estabelecimento e se propõe a auxiliar a polícia e todas as investigações"