São Paulo Instituto ajuda a resolver conflitos entre famílias, casais e sócios

Instituto ajuda a resolver conflitos entre famílias, casais e sócios

Ex-casal Kaká e Caroline Celico solicitaram serviços de mediação da Vertus

Instituto ajuda a resolver conflitos entre famílias, casais e sócios

Rubens Tilkian é advogado e fundador de Instituto Vertus

Rubens Tilkian é advogado e fundador de Instituto Vertus

Reprodução/Facebook

Com o objetivo de mediar conflitos e promover a paz entre as partes, o Instituto Vertus, sediado na cidade de São Paulo, está perto de seu primeiro aniversário e se destaca por alcançar êxito em todos os casos que fez a mediação.

O advogado e fundador do instituto, Rubens Decoussau Tilkian, explica que o objetivo da Vertus é "promover a resolução de conflitos, por meio da mediação, em casos pontuais e estratégicos".

"Ainda que se trate de tema novo no país, o Instituto, como Câmara Privada de Mediação, fechou o segundo semestre de 2016 com grande sucesso, tendo mediado com êxito mais de dez casos complexos e, em 2017, esse número vem aumentando significativamente", disse o fundador.

Neste meses de trabalho, diversas figuras públicas solicitaram a mediação de conflitos do instituto. Foi o caso de o ex-casal Kaká e a socialite Caroline Celico, além dos banqueiros Paulo Henrique Pentagna Guimarães, presidente do Banco Bonsucesso, o empresário Moise Politi, os pilotos de Stock Car Paulo Gomes e Marcos Gomes, entre outros.

"Essas pessoas chegam até o Instituto por intermédio de indicação de pessoas ou advogados que já tiveram a oportunidade de trabalhar conosco e tiveram seus conflitos mediados com sucesso em curto espaço de tempo", disse Tilkian.

O advogado ainda destaca que o Instituto desenvolveu um método próprio, junto com técnicas já consagradas, que foca no autoconhecimento.

Leia mais notícias de São Paulo

Segundo ele, os métodos do Instituto fazem com que as pessoas envolvidas em conflitos sejam "empoderadas do seu verdadeiro querer, independentemente do litígio que as envolve, a fim de que estejam aptas a tomar as melhores decisões de sua vida, evitando que terceiros decidam por elas".

Os principais casos mediados pelo Instituto são de pessoas que precisam de "métodos mais rápidos, menos custosos e mais eficazes para a solução de seus conflitos". Tais conflitos, segundo o advogado, costumam envolver sociedades empresariais, bancos, construtoras, assuntos no direito de família e até mesmo o Poder Público.

Além de mediar conflitos, o Instituto é habilitado junto ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo para capacitar mediadores judiciais. O instituto também promove cursos de capacitação, especializado em apresentar um diferencial relativo à identificação da origem do conflito.

    Access log